Início » Noticia » Treinos online mantém alunos do projeto 'Gol do Brasil' em atividade
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Treinos online mantém alunos do projeto 'Gol do Brasil' em atividade

Localização

Brasil
BR

Com a suspensão das aulas nas escolas públicas como medida de prevenção ao novo coronavírus, estudantes, pais e professores tiveram que adaptar a rotina de aprendizado ao isolamento social. Uma das alternativas encontradas para dar continuidade ao ensino, foi a utilização de um aplicativo de mensagem instantânea (WhatsApp). É através dele que os alunos do projeto ‘Gol do Brasil’ estão recebendo treinos de futebol. A iniciativa é da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em parceria com Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e Federação Paraense de Futebol (FPF).

Semanalmente, os professores enviam treinos que abordam as competências e habilidades da vida, na qual promove o desenvolvimento pessoal. Por sua vez, os alunos registram os exercícios e, para manter o laço dos alunos com os professores, são gravados vídeos de incentivo. 

“O método de ensino tem como objetivo manter todos os alunos em movimento e contribuir para a continuidade dos treinos para o bom desenvolvimento das crianças e jovens. Com isso, estamos conseguindo cumprir a missão de cidadania ao manter as aulas à distancia”, conta Arlindo Silva, titular da Seel. 

A mãe do aluno Anthony Miranda, de 8 anos, aprovou a iniciativa. “Meu filho gosta bastante, sou muito grata ao projeto por se dedicarem em passar atividades pra ele fazer em casa. Todos do projeto têm se dedicado para fazer o melhor para as crianças muito antes da pandemia e agora não é diferente, não mediram esforços para que as atividades fossem feitas em casa com a mesma cobrança como se estivessem no treino”, disse Lidiane Miranda.  

Gol do Brasil - O projeto atende crianças e adolescentes da rede de ensino pública, entre 6 a 17 anos, que residem nos bairros próximos ao Centro Esportivo da Juventude (Ceju), local das aulas.

Com aulas ministradas por professores treinados pela CBF, os 240 participantes aprendem aspectos técnicos e didáticos, adequado para cada faixa etária, reconhecendo a evolução individual de cada aluno.

 

imagem: