Início » Noticia » Seel assina Ordem de Serviço para retomada de obras das Arenas Esportivas em Marapanim
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Seel assina Ordem de Serviço para retomada de obras das Arenas Esportivas em Marapanim

Localização

Brasil
BR

A população do município de Marapanim, no nordeste paraense, vai ganhar em breve uma obra importante. Nesta segunda-feira (4), o secretário de Esporte e Lazer, Nivan Noronha, assinou a ordem de serviço que garante a retomada das obras de Arenas Esportivas. A OS foi assinada na sede da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), em Belém.

“É muito importante a retomada das obras da Arena em Marapanim, haja vista que a população tem cobrado de forma significativa aos poderes; a Seel tem o prazer de realinhar com a empresa e dar uma nova ordem de serviço para, de fato, as obras serem concluídas”, afirmou Nivan Noronha, titular da Seel.

O valor do investimento será de R$ 453.529,48, e prevê dois campos de futebol com grama sintética e duas quadras de areia. O documento ainda determina o projeto de acessibilidade, com piso tátil nas calçadas, bem como mobiliário urbanos.

A obra será retomada para sua conclusão após 11 meses paralisadas com apenas 66,85 % de execução. A conclusão na praça da Bandeira, está estimada no prazo de quatro meses. “A Secretaria tem empenhado todos os esforços possíveis junto com o governo do estado, que viabilizou o aporte de recursos para que fosse possível a atualização de preços que estavam defasados, e com essa atualização será possível a conclusão da obra e entrega do objeto a população”, disse Luiz André Santos, gerente de Emendas Parlamentares da Seel.

Academias ao ar livre - Em 2019, a Seel entregou duas academias ao ar livre em Marapanim, com aparelhos feitos de inox e indicados para todas as idades. Os equipamentos ajudam os praticantes a queimar calorias e contribuem para o fortalecimento muscular e a ativação das articulações

Participaram também da assinatura, o representante da empresa, Stylus Construção Civil, Joaquim Pingarrilho; e o engenheiro da Seel, Osvaldo Santos.

imagem: