Início » Noticia » No Mangueirão, Vila Nova vence o Remo e é o campeão do Brasileirão Série C
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

No Mangueirão, Vila Nova vence o Remo e é o campeão do Brasileirão Série C

Localização

Brasil
BR

O Vila Nova Futebol Clube (GO) venceu o Clube do Remo (PA) com o placar de 3 a 2 e sagrou-se o campeão do Campeonato Brasileiro de Futebol Série C 2020, na final realizada neste sábado (30), no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão.

“Mais uma vez presenciamos uma partida emocionante. Infelizmente, as torcidas não estavam aqui esse ano, mas estiveram de suas casas, no isolamento, comemorando e celebrando. Parabéns ao Vila Nova, e claro, ao Clube do Remo por representar o Pará na final do Brasileirão”, disse Arlindo Silva, titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), responsável pela gestão do Mangueirão.

Aos 7 minutos do 1º tempo, Felipe Gedoz abriu o placar para o Remo. Em seguida, aos 10 minutos, Alan Mineiro empatou para o Vila Nova. O time paraense continuou no ataque e aos 36 minutos, Lucas Siqueira fez o segundo gol para os azulinos. O time de Goiás empatou novamente aos 41 minutos do primeiro tempo com o gol de Pablo. No final do Segundo tempo, aos 42 minutos, Gilberto Alemão fez gol contra para o Vila Nova.

Emocionado, Hugo Bravo, presidente do clube goiano, elogiou o Governo do Pará pelo apoio ao futebol. “Agradeço a Deus por esse momento e o incentivo da nossa torcida. Aproveito para parabenizar o governador paraense, que foi muito importante para Remo e Paysandu num momento tão difícil, que valoriza o esporte, e esporte é inclusão social”, destacou.

Sobre o protocolo de segurança aplicado no Mangueirão, Romário Policarpo, diretor de Comunicação do Vila Nova, enfatizou a atuação da equipe da Seel. “Desde que chegamos em Belém vimos o respeito total ao cumprimento das normas de saúde. O Estádio é totalmente preparado para receber o evento. A vida está em primeiro lugar, claro, mas agradecemos ao Governo do Pará e à Prefeitura de Belém pela dedicação e empenho em receber tão bem o Vila Nova. Conseguimos superar as dificuldades e chegar à final com o Remo. É uma vitória para os dois clubes”, ressaltou o dirigente clube goiano.

A cerimônia do título contou com maior rigor: não houve entrega de medalhas,  com cada jogador pegando a sua separadamente, e momento de levantar a taça do campeonato foi restrito aos jogadores e técnicos.

Para Fernando Sérgio Castro, assessor de Comunicação da Federação Paraense de Futebol (FPF), também parceira da realização da competição, o encerramento da Série C no Mangueirão mostra o peso do futebol paraense, apesar das dificuldades enfrentadas em 2020, principalmente em razão da crise sanitária global.

“Ficamos muito felizes por essa final acontecer aqui no estado. Um clube paraense em uma final de competição nacional é motivo de muita satisfação, pois foi grande o esforço, junto com o governo estadual, para a retomada segura das partidas de futebol. No ano passado, criamos uma comissão para montar o protocolo que garantisse a segurança de todos e conseguimos dar continuidade às competições, e hoje um time do Pará disputou o título da Série C”, afirmou Castro.

Segundo Renan Bezerra, diretor de Marketing do Remo, o grande objetivo do clube na competição foi alcançado, o acesso à Série B, e agora a equipe já foca nos próximos desafios. “Atingimos nosso objetivo no campeonato e agora vamos focar nas partidas da Copa Verde e no Campeonato Paraense que começa em breve”, pontuou.

A equipe de arbitragem foi composta por Ramon Abatti Abel (SC), Alex dos Santos (SC), Thiago Americano Labes (SC) e Gustavo Ramos Melo (PA).

 

 

 

imagem: