Início >> Noticia >> Muaythai paraense começa sequência de competições
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Muaythai paraense começa sequência de competições

Localização

Brasil
BR

Ananindeua recebeu 50 lutadores na primeira edição do Amazônia Open de Muaythai. Os 25 combates ocorreram no ginásio da Federação de Muaythai Tradicional do Estado do Pará (FMTTEPA), neste fim de semana. Esta foi a primeira competição de uma sequência de eventos que serão realizados pela entidade para preparar os atletas para os campeonatos Paraenses, Regionais e Brasileiros, marcados para o segundo semestre.

- A Federação vem realizando um ótimo trabalho com os atletas, incentivando o crescimento, revelando novos talentos. A Seel está aqui para fortalecer ainda mais esse papel, nosso objetivo é formar atletas melhores, com ótimo rendimento, com reconhecimento fora do estado e do Brasil – afirmou Renilce Nicodemos, titular da Seel.

A luta mais aguardada da noite foi a disputa pelo cinturão do peso super-leve, até 63kg. Yuri Siqueira venceu o combate contra o atleta Jhonatan Moraes, de Outeiro, distrito de Belém. Segundo Yuri, a luta não foi fácil, já que disputou com um adversário mais experiente.

- Foram três rounds suados, ele está a mais tempo competindo, já participou de outros campeonatos desse nível, além de ser um amigo, mas, na hora, o melhor venceu. É como o meu mestre Agnaldo fala, o trabalho duro sempre vence. Com isso, consegui alcançar o cinturão.

Arbitragem paraense com reconhecimento internacional

A única representante do Pará no curso nacional de árbitro da Confederação Brasileira de Muaythai Tradicional (CBMTT) foi a Juliana Leite, filiada a FMTTEPA. O curso é uma certificação obrigatória para a seletiva dos árbitros e juízes que irão representar o Brasil nos campeonatos internacionais.

Juliana, que é arbitra nacional do estado, já sonha em participar do Campeonato Mundial, que será em Cancún, realizado pela IFMA (Federação Internacional de Muay Thai Amador, em português).

- O curso vai profissionalizar ainda mais a modalidade no Pará. Os atletas terão possibilidades reais de competição, conhecendo melhor o muaythai. Estarão bem preparados para competições nacionais e internacionais. A regra é quem comanda tudo, a arbitragem é o coração de qualquer evento – declarou Juliana.

O próximo evento já tem data marcada e será em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março. O Thai Girls contará com 25 confrontos somente entre mulheres, além de uma disputa de cinturão, e será realizado no dia 10 de março, no ginásio da FMTTEPA.

imagem: