Início >> Noticia >> Crianças de Icoaraci conhecem o Mangueirão
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Crianças de Icoaraci conhecem o Mangueirão

Localização

Brasil
BR

Dez crianças, moradoras do Distrito de Icoaraci, em Belém, visitaram o Estádio Olímpico do Pará /EOP, o Mangueirão, na manhã desta sexta-feira (14), através do projeto “Centro de Visitação ao Estádio", uma iniciativa da Universidade Federal do Pará (Ufpa) e da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel). A maioria entrou na praça esportiva pela primeira vez.

As crianças são de famílias assistidas pelo serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família, do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Icoaraci e o objetivo da visita é possibilitar o acesso ao lazer e ao esporte, assim como também fortalecer o vínculo de integração entre as crianças. "A atividade tem como finalidade o fortalecimento de vínculo entre as crianças, promover o sentimento de pertencimento a comunidade e possibilitar o acesso ao lazer e ao esporte, que é um direito fundamental. Essas crianças são de famílias em situação de vulnerabilidade social e a maioria nunca esteve no Mangueirão", ressalta a psicóloga do Cras, Paula Hinvaitt.

O projeto, fruto da parceria em Ufpa e Seel, possibilita ao visitante conhecer o Mangueirão em um roteiro que passa pela tribuna de honra, arquibancadas, vestiários, sala das autoridades e gramado. "Foi muito gratificante ver a alegrias destes meninos aqui. Eles ficaram deslumbrados com o estádio, principalmente com o campo de futebol. Estavam com uma energia incrível, correram pelo espaço e se divertiram muito", relata o estagiário do Curso de Turismo, Wallace Rodrigues, que é um dos guias da visita.

Para Andra Navarro, assistente social do Centro, é muito importante incentivar com as crianças essa relação com o esporte. "O esporte tem um papel de prevenção à criminalidade e à violação de direitos. É uma forma de inclusão social", enfatiza Andra.

Jonatas Barbosa, 9, morador da comunidade Buraco Fundo, no conjunto Paracuri, se divertiu na primeira visita ao Mangueirão. "É a primeira vez que entro aqui, estou achando tudo muito legal. É tudo muito grande e eu pude correr bastante", disse o estudante.

Já para Cauã Pereira, 12, que mora no conjunto Pedro Carneiro e que já esteve no estádio em outras três ocasiões, a visita serviu para alimentar um sonho. "A parte que mais gostei da visita foi de poder ir ao gramado. Meu sonho é um dia poder jogar no Mangueirão", contou Cauã, que joga no time sub-20 do clube do Pinheirense.

Segundo Adélio Mandes, diretor o EOP, “o mangueirão é um espaço de integração social, podendo proporcionar vários tipos de experiência e é uma grande satisfação ao Estádio Olímpico participar deste desenvolvimento social”.

Também acompanharam o grupo visitante o educador social Mário Sérgio Angelim e a estagiária de Serviço Social Patrícia Reis.

O Projeto de Extensão “Centro de Visitação” visa proporcionar ao visitante a experiência de conhecer os locais que ficam restritos em dias de jogos. A visita dura em média 50 minutos e os horários disponíveis são de 8h30 às 12h e das 14h às 16h30, de segunda a sexta, exceto feriado e em dias de jogos, obedecendo a uma quantidade máxima de 50 pessoas por grupo. O agendamento das visitas deve ser solicitado pelo e-mail visitamangueirao@gmail. Mais informações: (91) 3131-2850/ 2851.

 

 

 

imagem: