Início >> Noticia >> Alunos de escola de futebol de Marituba visitam Mangueirão
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Alunos de escola de futebol de Marituba visitam Mangueirão

Localização

Brasil
BR

O Estádio Olímpico do Pará/EOP, o Mangueirão, em Belém, recebeu a visita de 46 alunos, com idade entre 6 a 17 anos, da Escola de Futebol Discóbolo's, de Marituba, nesta sexta-feira, 12. A visita foi possível pelo Projeto de Extensão “Centro de Visitação”, uma iniciativa da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) com apoio da Universidade Federal do Pará (Ufpa), que visa proporcionar ao visitante a experiência de conhecer os locais que ficam restritos em dias de jogos.

Héryck, 13, é um dos alunos da escolinha e ficou impressionado ao chegar no gramado. O desejo veio de imediato. "Pensei logo em um dia ser jogador profissional e fazer um gol aqui", conta. Na companhia do menino vieram a irmã Hemely, 9, e a mãe Luciana Silva, que também pisaram no estádio pela primeira vez. "A grandiosidade do local superou todas as nossas expectativas. Essa visita foi incrível", disse Luciana.

De acordo com o professor Ramon Cardoso, da escola de futebol, a visita empolgou o grupo. "Os alunos adoraram. A empolgação dos alunos foi grande e víamos isso nos olhos deles", ressaltou Ramon, que teve a idéia de solicitar a visita por meio de reportagem sobre o Mangueirão na Internet.

A instituição tem cerca de 250 alunos, de Marituba, Ananindeua, Santa Bárbara e do distrito de Icoaraci (Belém). Ao todo, o grupo contou com 60 visitantes.

A visita no estádio também marcou a primeira vez no espaço de Cauã Saraiva, 15, morador do bairro do Mirizal, Marituba. "Aqui é muito mais do que eu via pela televisão. Muito maior e mais bonito", destacou o jovem.

Os alunos com mais idade ainda contaram com um bate papo com o ex-jogador Raimundo Nonato Mesquita - que hoje trabalha no Estádio - e o assunto, óbvio, foi futebol, mas, com um recado claro para os rapazes. "Comecei no Clube da Tuna, aos 14 anos. Não é fácil, é uma grande concorrência, mas faz parte. E a minha vida não foi só futebol. Eu também estudei, tive a honra de me formar como engenheiro agrônomo e hoje sou servidor aqui no Estádio Olímpico do Pará. Eu já tive a idade de vocês e sei que há muitos perigos, das drogas e de outros vícios como o álcool, mas tudo depende de vocês, de disciplina para seguir nessa carreira. Estou torcendo por vocês. Continuem treinando", falou Mesquita.

Para o secretário-adjunto da Seel, Vitor Borges, foi “gratificante ver nos olhos das crianças e adolescentes o entusiasmo durante a visita e perceber em cada um, a esperança de um dia se tornar um grande jogador de futebol”.

Essa foi a primeira visita realizada dentro do formato Colônia de Férias. Os horários disponíveis são de 8h30 às 12h e das 14h às 16h30, de segunda a sexta, exceto feriado e em dias de jogos, obedecendo a uma quantidade máxima de 50 pessoas por grupo. O agendamento das visitas deve ser solicitado pelo e-mail visitamangueirao@gmail.com. Mais informações: (91) 3131-2850.

 

imagem: