Vida Ativa comemora o Dia do Idoso

O Dia do Idoso foi comemorado em grande estilo hoje (23/09) pelos participantes do projeto Vida Ativa na Terceira Idade, da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel). O evento festivo na sede da Tuna Luso Brasileira foi aberto por um Culto Ecumênico e teve como ponto alto a dança do grupo Viver com Arte, formado por integrantes do projeto. Ao som de carimbó, as “meninas” do Viver com Arte mostraram suingue e vitalidade de dar inveja em muita jovem. Logo, os demais participantes do projeto não resistiram e se uniram às dançarinas, transformando o evento em uma grande festa.

Segundo a diretora do Departamento Técnico de Esporte e Lazer (Dtel) da Seel, Kátia Rocha, o evento de hoje favoreceu a união e a religiosidade dos integrantes do projeto: “O Vida Ativa na Terceira Idade concretiza o que o estatuto e a Constituição recomendam, que é a atenção prioritária ao idoso. Então, a Seel se esforça para cumprir a lei, como tem feito há 16 anos, com atividades físicas, culturais, de lazer e programações que valorizam o idoso, elevando a auto estima. O evento de hoje em comemoração ao Dia do Idoso resgata a importância da tolerância religiosa, por reunir pessoas de religiões diferentes. Mas o sentido da fé é uma só, de união, confraternização, tolerância, respeito ao próximo. A intenção é fortalecer cada vez mais as ações da Secretaria, não só de através de atividades físicas, mas de forma cultural, resgatando a questão religiosa para fortalecer e agregar. Para que todas as pessoas dos diferentes núcleos do Vida Ativa possam se conhecer e confraternizar.”

Um dos integrantes do projeto, Roberto Prata Garcia, de 64 anos, do núcleo Asalp, percebeu uma grande melhora em sua saúde e qualidade de vida depois que passou a fazer parte do Vida Ativa: “Faz um ano que faço parte do projeto. Por não ter condição financeira para pagar academia, eu apenas caminhava próximo de casa. Mas ouvi pelo rádio sobre o Vida Ativa, me interessei e me matriculei. Comecei a fazer a hidroginástica, participar das aulas, e foi a partir daí que percebi que meu sono melhorou. Antes eu tinha só uma hora de sono, aquilo estava me enfraquecendo, me deixando triste, perdendo a vontade de viver. Mas hoje acordo mais disposto, feliz. Isso está me fazendo muito bem, gosto muito de estar com os amigos que fiz aqui, sou agradecido por esse projeto e pelos excelentes professores. Agradeço à equipe da Seel por promover um evento tão lindo como esse, celebrar o Dia do Idoso, que muitas vezes são esquecidos”.

Eliane Gadelha, de 67 anos, do núcleo Tuna Luso, afirma que o seu humor melhorou bastante desde que começou a fazer parte do projeto: “Entrei no Vida Ativa através de um convite de uma amiga. Fui conhecer o projeto, gostei e me matriculei. Estou há dois anos aqui, muita coisa melhorou na minha vida, principalmente a saúde. Hoje, o meu astral é lá em cima, não ficamos depressivas por conta da idade que está ficando avançada. Eu adoro as aulas, os encontros são de terça a sexta-feira, dois dias de hidroginástica e dois de aero dança. Aqui é como se eu estivesse em casa, minha cabeça fica leve, esqueço as preocupações, fico com ótimo humor. Quando não venho, o corpo sente, também sinto falta das minhas colegas e das professoras, que adoro. Os eventos do Vida Ativa são sempre um sucesso, e hoje não foi diferente”.

Para Gercina Ataíde Monteiro, de 60 anos, que faz parte do núcleo Abelardo Santos e é uma das dançarinas do Viver com Arte, a dança lhe deu uma vida nova: “Faço parte do projeto há dez anos. Antes, eu tinha problemas de osteoporose, artrose, e meu médico me indicou a dança. Então, fui conhecer o projeto, me matriculei e hoje faço parte do grupo de dança Viver com Arte, faço aulas de hidroginástica, não sinto mais as dores. Me sinto muito bem e o grupo é uma família para mim. É gratificante ver o sorriso dos outros idosos ao nos ver dançar, eu percebo que eles ficam tão felizes, é maravilhoso!”

No sábado, dia 24, a festa antecipada pelo Dia do Idoso (comemorado em 1 de outubro) continua. Cerca de 300 integrantes do Vida Ativa irão fazer um passeio ao balneário Floresta Parque, em Marituba. No local, haverá aulas de hidroginástica, danças e gincanas com premiações, com a coordenação dos professores Marcos Rabelo, Ariane Frahin e Flávia Oliveira. Seis ônibus serão utilizados para o transporte no passeio a Marituba, com saída às 8 horas, de diferentes locais: dois ônibus irão sair do clube Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Pará (Asalp), localizado na rodovia Mário Covas; três coletivos irão partir da da sede da Tuna Luso Brasileira, na avenida Almirante Barroso, e um ônibus irá sair do hospital Abelardo Santos, em Icoaraci.

Tags: