Torneio de futebol de base vai até dezembro

A Ascaipe (Associação de Clubes Amadores Independentes do Pará) promove até dezembro a Taça Pará de Futebol de Base, em parceria com a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel). O torneio reúne seis equipes sub-11 , oito times sub-14 , dez sub-16 e oito sub-18 de futebol de campo. Os jogos são realizados nos campos do Japonês, no Tapanã, e São Pedro, no Tenoné. A competição terá todas as suas decisões disputadas no dia 10 de dezembro, no campo do Ceju.

A competição existe há 20 anos, há dois anos é coordenada pela Ascaipe, com o apoio da Seel, e é sempre disputada no segundo semestre. No primeiro semestre, a associação organiza a Taça Cidade de Belém, que também começou a ser disputada há duas décadas e há dois anos foi encampada pela Ascaipe.

Em parceria que já existe há dois anos, a Seel fornece material esportivo, como bolas, jogos de camisa, material de treino e de jogo para cada equipe associada da Askaip que participa das competições organizadas pela entidade.

Fundada em 2014, a Ascaipe reúne 16 clubes associados e quatro que são convidados para cada competição. A associação surgiu com o objetivo de congregar várias entidades que já realizavam ações junto a comunidades da periferia através do esporte. “O trabalho social é feito através do esporte por cada entidade associada. A gente tenta manter as crianças ocupadas com a prática esportiva, do futebol”, informa Afonso Tadeu, o “Dida”, diretor de esporte da Ascaipe e presidente da escolinha de futebol do Esporte Clube Atlético Guajará (Ecag). “A Ascaipe existe há dois anos. Surgiu como associação de clubes que já participavam deste tipo de trabalho. Então, para se tornar uma organização melhor, fundamos a associação, para buscar recursos junto ao governo através da Seel. A secretária aceitou e acreditou nesta parceria”, afirma Dida, que continua: “Temos dentro da minha entidade, a Ecag, o projeto ‘Esporte sim, drogas não’. Cada um dos clubes associados tem um projeto social. A entidade organizada tem muito mais vantagem pra pleitear recursos e ajuda dos governos estadual, municipal e federal.”