Time do Batista Campos é campeão do futebol pelada do Benguí

O Batista Campos é o campeão do torneio de futebol pelada do bairro do Benguí. As disputas finais do campeonato distrital foram realizadas na tarde deste sábado, 4, nos campos situados em redor do Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), acompanhadas por um público espontâneo e vibrante.

O placar de 2 a 1 sobre o time do Real Madrid deu aos jogadores do Batista Campos o título e a premiação de R$ 7 mil. O vice-campeão recebeu uma premiação de R$ 3 mil. Em terceiro lugar ficou o Pedreira, que venceu por 3 a 1 o Real Dourado. Além do troféu e medalhas, o time recebeu uma premiação de R$ 1.500.

O campeonato envolveu 15 equipes na faixa etária acima de 50 anos. segundo Domingos Barbosa, organizador do evento, o mundo peladeiro do Benguí é marcado pelas amizades, solidariedade, descontração e disciplina. Os jogadores vêm de todas as partes da cidade e a maioria participa como pode sem o luxo dos famosos da televisão. Muitos são vizinhos, colegas de trabalho e fazem coleta para participar da competição, mesmo que seja sem calçado. "É futebol. O campo é duro, de areia, mas a gente participa do mesmo jeito", disse Lúcio Bacabal, ex-jogador profissional com atuações no Remo e Tiradentes, entre outros. "Eu gosto daqui e vou jogar enquanto estiver bem de saúde", disse.

O Campeonato do Benguí recebeu apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), que doou material, trofeu e a premiação. Para o capitão "Deco", como prefere ser chamado, a premição do Batista Campos vai servir para aumentar o potencial da equipe. "Vamos comemorar muito o título e o dinheiro vai garantir mais organização pra gente", garantiu.

Os campeões moram no bairro do Guamá e participaram do evento pela primeira vez, como convidados, e já levaram o título de campeão para casa. A festa foi completa. Os vice-campeões também festejaram a premiação de R$ 3 mil, além do trofeu, medalhas e jogos de camisas. O capitão "Edinho" não lamentou a perda do jogo, preferiu elogiar seus companheiros pelo esforço de chegar à final. "Só queremos agradecer as pessoas que colaboraram com a gente. Tá tudo ótimo", disse.

Jogos - As duas partidas finais que apontariam os quatro primeiros colocados da competição foram equilibradas. A marcação foi grande. O Batista Campos abriu o placar com gol de Loreal no primeiro tempo. No segundo tempo, o jogo ficou mais empolgante, com o Batista Campos marcando o segundo gol.

Nos dez minutos finais, o Real Madrid marcou um gol, o suficiente para animar a torcida que estava à beira do campo. Nos acréscimos, o juiz  deu três minutos e vários escanteios para o Real, que não teve bom aproveitamento e perdeu a partida. Na reta final valeu de tudo, até o goleiro saiu para ajudar, mas o gol não saiu e o jeito foi ficar com o segundo lugar. 

O campeonato de pelada também é momento para relaxar e reunir a família. O sol forte obrigou o uso de sombrinhas e de todo tipo de recurso que diminuísse a sensação térmica, porém ninguém se importou muito com isso, afinal, o que vale é o apoio aos maridos, namorados, vizinhos e amigos de trabalho. Dinair Pereira, esposa do goleiro Afonso, do Batista Campos, disse que não perde uma partida e que acompanha o marido já ao longo de vinte anos de casamento. "Temos um casal de filhos que já estão adultos, então agora é só diversão", conta, acrescentando que após as partidas a confraternização continua em casa, com churrasco, cerveja e música. "É sempre uma festa, a família toda reunida", completa. 

E dá para ver que público do mundo peladeiro não liga muito para regras. A descontração é total. Tem gente que entra no campo mesmo com a partida rolando, grita, briga, xinga e todo mundo é treinador. "Passa a bola! Chuta! Faz alguma coisa!...", são algumas dicas passadas para quem está atuando.

Os campeonatos de peladas são famosos em Belém. Segundo os próprios peladeiros existem competições em Icoaraci, Marambaia, Satélite e Vila da Barca, todos com grande participaçãpo dos moradores. Quem aproveitou a ocasião para ganhar um trocadinho não se arrependeu. Com sol forte, o consumo de água, cerveja e refrigerantes foi alto. A premiação dos campeões encerrou o evento, que não registrou nenhum incidente. 

 
Veja mais fotos aqui.
 
Selma Amaral
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer