Time de Zico dá show no Mangueirão e goleia Master do Remo

Confraternização e nostalgia. Esse foi o resumo da noite desta quinta-feira, durante o “Jogo dos sonhos”, entre Remo Master e Master Zico 10, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, em Belém.

Para relembrar os tempos em que entrar em campo, era considerado jogar o futebol arte, craques que marcaram época no Remo, e no Flamengo pisaram no gramado do Mangueirão, para reviver a emoção do reencontro com a torcida, e com o futebol bem jogado.

As equipes entraram em campo de mãos dadas com crianças que fazem parte do projeto social do Governo do Estado do Pará, Pro Paz Mangueirão, e da Escola Zico 10 de Futebol. Os ex-jogadores Mesquita, Ageu Sabiá e Giovanni foram alguns dos ex-craques, que viveram, novamente, a emoção do futebol, pelo Remo. Já no Master do Zico; Sávio, Júnior Baiano, e claro, o eterno craque e ídolo do Flamengo, Zico, presentearam os torcedores com grandes lances.

Quando a bola rolou, a equipe Zico 10 abriu o placar com Sávio, para depois ampliar com mais 8 gols. Na segunda etapa da partida, Magrão diminuiu a diferença e fez o primeiro, dos 3 gols marcados, pelo Master do Remo. O “Galinho de Quintino” marcou um gol, e ajudou a ampliar o placar, para o Zico 10, em seguida deixou o gramado, bastante aplaudido pela torcida.

Foram jogados dois tempos de 40 minutos, mais dois minutos de acréscimo, no segundo tempo, para o deleite dos quase 4mil torcedores, de Remo e Flamengo, que prestigiavam o jogo. Mesmo com a goleada de 9 a 3, do Master Zico 10, em cima do Master do Remo, o clima festivo permaneceu durante todo o evento.

Após a partida, durante coletiva, na sala de imprensa do Mangueirão, Zico aproveitou para falar da ampliação de um projeto social, da Escola Zico 10, no Pará. “Já existe a escolinha Zico 10, em Vitória do Xingu, e nossa intenção é levar o esporte para outros municípios do Pará” afirmou. Atualmente, as ações do projeto atendem mais de 1,5 mil crianças e adolescentes nas comunidades, em situação de risco, do município.

O eterno ídolo do Flamengo, falou também como foi jogar em Belém, e elogiou a estrutura do Mangueirão. “O estádio é bom. Vestiários confortáveis. Foi um prazer jogar aqui. E principalmente rever grandes nomes do futebol paraense.” Completou.

Agora candidato à presidência da FIFA, Zico, falou que torce pela volta dos clubes do Pará à elite do futebol nacional. E não descartou futuras parcerias entre a franquia Zico 10, e o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), como aconteceu neste último jogo amistoso.

Veja mais fotos em: Clique aqui!