Seel supera em 68% meta de apoio para os atletas paraenses

A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) fechou o ano de 2016 com um balanço altamente positivo em relação ao apoio aos atletas paraenses. A Secretaria conseguiu superar em 68% a sua meta de atendimento. Com um total de 479 atletas atendidos, a Seel superou sua meta que era de 285 atendimentos em 2016, o que representa um acréscimo de 68% em comparação ao planejamento inicial.


 Foto: Thiago Gomes / Agência Pará 

A expectativa da Secretaria para 2017 é ampliar este atendimento. Para a Secretária Renilce Nicodemos, a eficiência no cumprimento do objetivo de promover a inclusão social através do esporte e lazer é fruto da dedicação e empenho do órgão e de todos os seus funcionários e, principalmente, de um olhar pessoal e detalhado para cada um dos atletas que procuram a Seel em busca de ajuda: “Eu acho que o mais importante de tudo é o respeito e o carinho com que o Estado trata a sua população. Não se trata apenas de números. Cada atleta atendido pela Seel representa uma história de vida que recebe um brilho a mais, uma força extra para uma caminhada muito árdua. É uma alegria especial poder trabalhar para proporcionar ajuda e apoio para aqueles que mais precisam. É desta forma que a Seel cumpre o seu papel e a sua missão, de uma forma muito especial, porque para nós cada atleta é especial.”

Para a realização de seus objetivos, a Seel faz do esporte e do lazer ferramentas de desenvolvimento social, através da massificação da prática esportiva, com ações que estimulam a integração social dos cidadãos, que atendem aos portadores de necessidades especiais e que apoiam os atletas em formação no âmbito do esporte educacional e de rendimento.

Desta forma, o Governo do Pará, através da Secretaria de Esporte e Lazer, promove o esporte nos aspectos social, educacional e de alto rendimento, de acordo com o disposto no artigo 288 da Constituição do Estado.

O incentivo aos atletas demonstra a atenção especial por parte da SEEL aos cidadãos paraenses de todas as idades. Em 2016, esses incentivos ficaram muito acima da meta programada, que é era de 285 atletas. Os investimentos somaram R$ 3.437.700,00, distribuídos em passagens aéreas, pecúnias, entre recursos do Estado (fonte 101) e recursos da Lei Pelé.

 

 

Ação

 Produto

 Meta 2016

 Meta Real.

 %

Valor Executado

Apoio a Atletas

 Atleta Atendido

 285

 479

 68

R$ 2.365.380

 

 

 

 

*Fonte: GP Pará em 25/11/2016

 

Além da ajuda direta a atletas, a Seel promove os programas de incentivo à prática esportiva: Bolsa Talento, Vida Ativa na Terceira Idade, Paradesporto, além do Talentos Esportivos, realizado em parceria com a Uepa.

A Bolsa Talento apoia o esporte de rendimento através da concessão de incentivo financeiro e representa um estímulo a conquistas esportivas que garantem títulos e medalhas ao Pará. Em 2016, 161 atletas foram contemplados com a bolsa, sendo 53 na categoria Nacional, 82 na Estadual e 26 PCDs (Pessoas Com Deficiência), distribuídos em vários municípios.  Isso revela a melhora de desempenho dos atletas paraenses em competições locais, nacionais e internacionais. Além disso, os atletas receberam auxílio em forma de distribuição de material esportivo e apoio financeiro para participar de competições que dependem de maior custo.

O Paradesporto busca impulsionar o desenvolvimento do esporte adaptado nas 12 regiões de integração do Pará, para atender e beneficiar paratletas. O programa busca rastrear projetos e programas paradesportivos governamentais e não governamentais para criar um banco de dados e, através desta ação, construir uma rede de compartilhamento estratégico de interesse ao desenvolvimento e gestão do Esporte Adaptado. O objetivo do Paradesporto é atender às demandas das PCDs, garantindo de forma igualitária o acesso ao esporte e lazer como direito fundamental dos cidadãos. A Seel amplia o atendimento pela inclusão através de eventos esportivos, visando ainda descentralização das ações para ampliar o atendimento a todos os municípios paraenses.