Seel festeja sucesso da Tocha Olímpica em Belém

Foto: Ray Nonato

A Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) festeja o sucesso da passagem da Tocha Olímpica por Belém, a 53ª cidade brasileira a receber um dos maiores símbolos das Olimpíadas que começam no próximo dia 5 de agosto no Rio de Janeiro. A secretária Renilce Nicodemos parabenizou a equipe de trabalho da Seel pelo empenho e dedicação e não escondeu a emoção em poder participar da festa, que começou no Mangueirão, com show de balé folclórico, e se estendeu até as primeiras horas da noite da última quarta-feira, 15, no Portal da Amazônia. Milhares de pessoas acompanharam e saudaram os condutores durante o percurso de 32 quilômetros. Na manhã desta sexta-feira, 17, a Tocha Olímpica chegará à cidade de Santarém e ao balneário turístico de Alter do Chão, na região Oeste do Pará.

Foto: Ray Nonato 

Para receber a Tocha Olímpica, o Governo do Estado, por meio de uma ação integrada de vários órgãos, além da Prefeitura de Belém, criou um grupo de força-tarefa (mediante protocolo preestabelecido pelo Comitê Rio 2016 e válido para todo o Brasil), para atender as exigências de controle de trânsito e segurança. O grupo da força-tarefa foi coordenado pelo coronel Hilton Benigno, secretário-adjunto de Segurança Pública, que presidiu seis reuniões de trabalho, além da simulação realizada duas semanas antes da passagem da tocha olímpica.

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará

A secretária Renilce Nicodemos foi representada no grupo pela diretora de Eventos Ana Julia Brito Chermont, a quem também foi dada a tarefa de organizar o evento festivo realizado antes de a tocha chegar o Mangueirão. A força-tarefa reuniu representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Rodoviária Estadual, Detran, Semob, Corpo de Bombeiros, Exército Brasileiro, Infraero e Prefeitura de Belém, por meio da Sejel. Todo o esquema de segurança, que reuniu 730 agentes, foi organizado em comum acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Rio 2016, Força Nacional entre outros órgãos, incluindo o serviço de inteligência da Segup que atuou no grupo por meio de teleconferências.

Foto: Ray Nonato

Além de Belém, a tocha olímpica passará por Santarém, o que exigiu que alguns representantes da força-tarefa se deslocassem de Belém até àquela cidade do Baixo Amazonas, onde foi realizada simulação dos esquemas de segurança e trânsito. A secretária Renilce Nicodemos afirma que o evento da tocha olímpica não onerou o orçamento público, pois excetuando o pagamento das despesas de logística do lutador Lyoto Machida, que veio dos Estados Unidos a convite do Governo do Estado, as demais despesas foram custeadas pelo Comitê Rio 2016 e os patrocinadores oficiais dos Jogos Olímpicos.

Foto: Sidney Oliveira / Agência Pará

A secretária também disse que o gasto com este tipo ação é normal, já que a Seel é fomentadora do esporte e lazer no Estado. “Assim como nós custeamos as despesas com Lyoto também repassamos valores para outros atletas se deslocarem de Belém para competirem fora do Estado e do Brasil. É uma ação absolutamente dentro da normalidade, tanto que é publicada no Portal da Transparência para consulta pública”, disse a secretária, na manhã desta quinta-feira, 16, durante avaliação do evento realizado em Belém e da repercussão causada pela vinda de Lyoto Machida.

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará

Sucesso - A festa da tocha olímpica em Belém foi um sucesso. Centenas de pessoas estiveram concentradas desde cedo no Mangueirão para conferir a programação e ver de perto o lutador Lyoto Machida e a tocha olímpica. Também circularam pelo Mangueirão o cantor Pinduca e o cacique Nhaket Kayapó. Os primeiros 21 condutores da tocha ficaram concentrados no vestiário nº 1 do estádio, onde receberam as orientações da comissão.

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará

O show do balé folclórico do grupo “Os Baioaras” animou a plateia. O momento histórico e emocionante foi quando o casal de estudantes Maria Vitória Brito e Vitor Siqueira acendeu a primeira tocha olímpica em solo paraense. O lutador Lyoto Machida deixou o Mangueirão por volta de 13h e fez o primeiro percurso dos 200 metros no anel viário do estádio. A festa da tocha encerrou no Portal da Amazônia com programação variada e apresentação da modelo Caroline Ribeiro.

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará

Parabéns - A organização da festa no Mangueirão envolveu as diretorias de Eventos, coordenado pela administradora Ana Julia Chermont; de Gestão Esportiva, coordenada pela professora Kátia Rocha, e do Mangueirão, dirigido pela professora Cláudia Moura. Os professores-coordenadores de projeto Vida Ativa, da Fundação Propaz, e dos demais que funcionam em sistema de cooperação técnica com a Seel, também receberam os agradecimentos da secretária Renilce Nicodemos. “Quero  agradecer e parabenizar todos os servidores envolvidos direta e indiretamente na festa e vamos continuar trabalhando para provar que o esporte é a maior ferramenta de transformação social deste país”, disse.

 

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará