Seel apresenta balanço de 2015 em café da manhã com imprensa

A secretária de Esporte e Lazer, Renilce Nicodemos, apresentou balanço das Ações da Seel, durante café da manhã com a imprensa esportiva, na manhã desta sexta-feira, 4, no Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão.  De forma descontraída, a secretária comentou sobre as obras e serviços do estádio, dos programas desenvolvidos pela Seel, Seleção Brasileira e dos planos para o exercício de 2016. Dentre os destaques da manhã ficou a parceria entre a Seel e a Universidade Federal do Pará, que juntas vão construir um projeto para visitação monitorada do Mangueirão, além de estudo sobre acervo do estádio para possível criação do Museu do Mangueirão, e do potencial que o local possui como elemento turístico de Belém. Mais de cinquenta jornalistas foram convidados, porém, devido ao funcionamento das redações, alguns não se fizeram presentes, mas enviaram mensagem de agradecimento e apreço à secretária.

Sobre o aumento da capacidade de público do Mangueirão, a secretária respondeu que, nesse primeiro momento, é impossível alterar, uma vez que 35 mil pessoas é o quantitativo idealizado pelo Corpo de Bombeiros do Pará após vistoria técnica realizada no estádio ao passado. “Esse público não foi a Seel que definiu, mas sim o Corpo de Bombeiros que segue as Normas Técnicas de segurança, mobilidade entre outros itens. Eu não vejo outra possibilidade para crescermos esse número, apesar de a capacidade original ser de até 40 mil pessoas”, disse a gestora de esporte e lazer ao jornalista, radialista e comentarista esportivo da Rádio Clube do Pará, Cláudio Guimarães.

Ao jornalista Lino Machado, da TV RBA, a secretária Renilce Nicodemos confirmou que existe a possibilidade do Mangueirão ser palco de um jogo da Seleção Brasileira pelas eliminatórias da próxima Copa do Mundo. “Nós estamos com o ofício pronto, mas estou aguardando o resultado do cenário político brasileiro e na própria CBF para levar adiante nosso pedido. Eu estou confiante, muito embora, o Mangueirão tenha ficado de fora do chamado legado da Copa do Mundo, nós estamos sempre prontos a atender a CBF e a Seleção Brasileira. A maior prova disso foi o jogo amistoso entre Brasil e Estados Unidos, realizado recentemente aqui no Mangueirão”, disse.

Falando sobre as ações da Seel, a secretária disse que todos os projetos continuarão recebendo a mesma atenção. Ela destacou o programa Bolsa Talento, onde estão agrupados mais de 800 atletas de alto rendimento, o Vida Ativa, criado para atender o público com idade acima de 50 anos, e o Joapa, que mobilizou mais cinco mil pessoas de 74 cidades paraenses. Além dos projetos, a Seel também realizou uma série de outras atividades de pequena, médio e grandes portes nas mais variadas modalidades esportivas realizadas em parcerias com Federações, Agremiações e Associações que trabalham o esporte como inclusão social.

O café da manhã com a imprensa marcou o encerramento da programação de jogos oficiais das séries B e D, onde Paysandu e Clube do Remo, respectivamente, arrastaram suas torcidas apaixonadas e elevaram ainda mais a meta da Seel sobre o potencial do Mangueirão. Para 2016, o estádio deve continuar com vasto calendário de jogos, já que o Paysandu permaneceu na série B, e o Clube do Remo vai disputar a série C. Além disso, tem o campeonato paraense profissional, e uma série de outros eventos de natureza religiosa.

Ao final do encontro, a secretária recebeu o carinho dos jornalistas e de seus colaboradores diretos, que anteciparam os parabéns pelo seu aniversário que vai transcorrer no próximo dia 8. E no próximo dia 17 de dezembro, a secretária Renilce Nicodemos será condecorada com a Medalha do Mérito Legislativo, em solenidade na Assembleia Legislativa do Estado do Pará. A honraria foi proposta pelo deputado Celso Sabino (PSDB), presidente da Comissão de Esporte, Turismo e Lazer da Alepa, em reconhecimento ao relevante serviço prestado pela secretária em favor do esporte paraense.

Também participaram do café da manhã, as diretoras Cláudia Moura, do Mangueirão; Ana Júlia Chermont, de Eventos da Seel, e Elci Almeida, diretora Técnico-financeira e o chefe de gabinete interino Marcelo Gonçalves. Os engenheiros Raimundo Mesquita e José Nobre, também prestigiaram o encontro.