Seel aguarda pelos laudos técnicos do Mangueirão

A Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), gestora do Estádio Olímpico do Pará (EOP), o Mangueirão, aguarda a entrega dos laudos técnicos realizados pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária Municipal para o funcionamento do estádio em 2017.  A expectativa da Seel é para que os laudos sejam entregues à diretora do Mangueirão, Cláudia Moura, até a metade desta semana. As comissões de vistoria estiveram no estádio nos dias 17 de janeiro (Polícia Militar); dia 19 (Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde) e dia 20 (Corpo de Bombeiros).

Segundo o gerente de Segurança do Mangueirão, Elber Maia, todas as recomendações e ou adequações de cunho técnico-administrativo indicadas pelos órgãos envolvidos estão sendo concluídas. O gerente ressalta que as demandas de ordens de serviços caíram em quase 80%, o que revela a manutenção contínua da infra-estrutura e redes elétrica e hidráulica, além de obras de pinturas e asseio nos banheiros, bares e rampas de acesso. O gramado do Mangueirão também está sendo preparado para a temporada de 2017.

O Mangueirão deverá ser reaberto no próximo domingo, 29, para o jogo entre Clube do Remo e Cametá, válido pela primeira rodada do Campeonato Paraense de 2017. Ainda sobre as benfeitorias, Elber Maia destaca as instalações de novo sistema de catracas eletrônicas, semelhante ao utilizado nas arenas de Copa Mundo, além de doze novas câmeras de monitoramento nas rampas de acesso, bares e próximas aos banheiros, locais de maior ocorrência de furtos de lâmpadas. Ainda em 2016, foram instaladas outras quatro câmeras do tipo “speed-dome” com visualização de 360º.

Devido às melhorias, as restrições técnico-administrativa dos órgãos de segurança e saúde caíram em quase 80% em relação ao ano passado. “Estamos confiantes e prontos para funcionar normalmente a partir do próximo domingo, 29, na primeira rodada do Parazão 2017”, disse o gerente Elber Maia, na manhã desta segunda-feira, 23.

Visitas -  O Mangueirão é também um Centro de Visitação Pública. O projeto é uma parceira da Seel com a Universidade Federal do Pará, por meio do Curso de Turismo, e desde a abertura já foram atendidas 937 solicitações. As visitas são monitoradas pelos estudantes da banca de turismo e acontecem mediante solicitação de escolas públicas, mas também foram recebidos turistas de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e da região Norte, que segundo a estagiária Dayara Souza, ficam encantados com a arquitetura e o estado de conservação do Mangueirão. O calendário de visitação para 2017 já está aberto. Contatos pelo telefone 3131-2850 ou visitamangueirao@gmail.com.

Texto: Ascom / Mangueirão

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará