Secretária Renilce Nicodemos é homenageada por ASPF/PA

A secretária Renilce Nicodemos, titular da Seel, recebeu na manhã desta sexta-feira, 20, uma homenagem da diretoria da Associação dos Servidores da Polícia Federal do Pará (ASPF/PA) em resposta ao apoio que gestora concedeu à participação da delegação paraense nos XIII Jogos Nacionais de Integração dos Servidores da Polícia Federal. O evento foi realizado em Florianópolis (SC), no período de 6 a 16 de novembro. A delegação paraense ficou entre as dez melhores do País, com saldo de 17 medalhas no total. A plaqueta de agradecimento foi entregue pelo superintendente da PF no Pará, delegado Ildo Gasparetto, na sede da PF, em Belém.

A reunião com a diretoria também definiu a parceria entre a associação, a Seel e o Pro Paz. A ideia, segundo Elias Rego, vice-presidente da entidade é abrir um polo do Pro Paz na sede campestre da Aspf, no bairro do Tenoné, onde mais de 400 crianças poderão ser atendidas com atividades esportivas e de lazer. “Estamos só esperando a assinatura do contrato”, disse Elias, que na ocasião, agradeceu e pediu continuidade da parceria com a Seel para organização da segunda Corrida da Paz que será realizada em 2016. “Este ano conseguimos adesão de centenas de pessoas. A mensagem da corrida é de combate à droga e a pedofilia: dois alvos constantes da Polícia Federal no Pará” completaram.

Ainda durante o encontro, a secretária Renilce Nicodemos conheceu parte dos atletas que compuseram a delegação paraense em Florianópolis. Os medalhistas foram Adonias Pereira, medalha de ouro nas provas de 800 e 1.500 metros rasos, além de sexto lugar nos 5 mil; Felipe Castro, medalha de ouro nos 800m, 1.500 e 5 mil; Fabrizio Umbelone, medalha de bronze no tênis de mesa. Nas provas de natação, as atletas Daniele Martins, Bruna Haddad e Marcilene Araújo foram medalha de ouro no revezamento 4x100. Daniele ainda foi ouro na prova de 50 metros livres, e Bruna ficou com a medalha de bronze na mesma prova. O resultado da natação feminina deixou o Pará cotado para participar da versão mundial dos jogos que será realizada em Montreal, no Canadá.

A secretária Renilce Nicodemos gostou dos resultados e adiantou que vai continuar apoiando a Associação para que mais servidores possam participar das competições. A secretária entende que a rotina policial é estressante e que os servidores precisam cuidar da saúde e a prática esportiva e de lazer é fundamental para manter o corpo equilibrado. “A Seel está à disposição da Associação, o que estiver ao meu alcance, eu vou colaborar, pois entendo que essa é a principal missão e obrigação da Seel. Eu tenho procurado participar de caminhadas de rua porque entendo que assim aumentamos a corrente para combater os malefícios das drogas e da violência de qualquer natureza”, disse a gestora, após receber as plaquetas de homenagem.

A parceria entre a Seel e a ASPFPA quebra um ciclo de vários anos e faz parte da nova logística da Seel em atender a demanda de entidades que trabalham o esporte como inclusão social. Segundo Renilce Nicodemos o crescimento da participação da Seel nas ações foi em torno de 80% em 2015 e deverá permanecer com este índice em 2016 a partir do avanço das ações para os 144 municípios do Estado. “Queremos avançar com nossas ações e para isso estamos nos disponibilizando a atender entidades, associações, agremiações, atletas de esporte de rendimento ou mesmo as práticas esportivas que visam o lazer e bem estar das pessoas”, destacou a secretária.

Bengui – As crianças do Bengui deverão ganhar em breve um núcleo de atendimento do Pro Paz que funcionará na sede campestre da ASPFPA. As negociações estão avançadas, segundo explicou Elias Rego, vice-presidente da Associação. “Teremos duas exigências para permanência da criança no projeto estar estudante e ter nota boa”, disse. O local deverá funcionar em sistema de parceria entre Pro Paz, Seel e a ASPF/PA.