Remadores paraenses disputam Campeonato Brasileiro

Os clubes paraenses de remo, Paysandu Sport Club, Clube do Remo e Associação de Remo Guajará participarão do Campeonato Brasileiro de Remo Máster, que será realizado nos dias 12 e 13 de novembro na Raia da Ilha do Pavão, em Porto Alegre (RS). O evento é promovido pela Federação de Remo do Rio Grande do Sul (Remosul), com o apoio da Confederação Brasileira de Remo (CBR). A expectativa entre os remadores paraenses é por bons resultados na competição nacional. No campeonato estadual, o Paysandu está na liderança com 26 pontos, após quatro regatas disputadas. O Remo vem em segundo com 18 pontos e a Associação de Remo Guajará tem 4 pontos.

Na liderança do campeonato estadual, o Paysandu parte para a disputa da competição máster nacional, nos dias 12 e 13, no Rio Grande do Sul

O Paysandu vai competir com os remadores Djalmi Jeremias da Silva, Idelvan da Trindade Seabra, Miguel Gustavo Carvalho Brasil Cunha e Raimundo Nonato Beltrão Rosas. O Clube do Remo terá os atletas João Ribeiro de Jesus, Marcelo Guimarães de Oliveira, Raimundo Paiva Gonçalves, Ítalo Fábio Rego e José Ribamar Cardoso de Carvalho. Já a Associação de Remo Guajará contará com Antenor Forte Sampaio, Bruce Monteiro Lobato, Guilherme Hugo da Costa Araujo e Jefferson Silva Braz.

O campeonato terá a participação de 31 clubes e 330 atletas de vários Estados. No sábado, 12, serão disputadas as 83 primeiras provas. As restantes, da 84ª à 104ª bateria, serão realizadas no domingo, 13. As largadas serão feitas a cada cinco minutos.

A competição será realizada sob as regras da Confederação Brasileira de Remo (CBR), as provas serão realizadas na distância de 1.000 metros. A competição será controlada pelo corpo de árbitros da Federação de Remo do Rio Grande do Sul (Remosul), juntamente com alguns árbitros nacionais e internacionais.

Estará em disputa o troféu de campeão brasileiro master 2016. O campeão será o clube com o maior número de vitórias, seguido pelos segundos, terceiros colocados e assim sucessivamente em caso de empate. Caso o empate persista, será considerada a maior média de idade dos primeiros lugares obtidos. A comissão organizadora premiará o clube com maior número de participantes, considerando o número de barcos, de corridas e equipes. Serão agraciadas com medalhas as guarnições vencedoras de cada prova, assim como os segundos e terceiros lugares que completarem o percurso.