Projeto Vida abre inscrições para segundo semestre de 2015

O projeto Vida Ativa na Terceira Idade, desenvolvido em quatro polos na cidade de Belém, está com as inscrições abertas para o segundo semestre de 2015. O projeto é mantido pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e foi criado em 1999 como forma de melhorar a qualidade de vida das pessoas com idade acima de 50 anos. O período de matrícula vai de 1 a 14 de agosto para os alunos antigos; de 17 a 21 para os novos alunos. As aulas começam dia 24 e ninguém paga nada pelo atendimento. Os documentos necessários para matrícula são cópia da identidade, do comprovante de endereço, uma fotografia 3x4 e um atestado médico acompanhado de laudo do cardiologista.

Os locais de inscrições são – Tuna Luso Brasileira, na avenida Almirante Barroso, de terça a sexta-feira, no horário de 7h30 as 11h30 e 14h as 18h. No Grêmio Literário Português, na rodovia Augusto Montenegro, as inscrições são de 3ª e 5ª feiras no horário comercial pela manhã e tarde. Na Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa Paraense (Asalp), na rodovia Mário Covas, o atendimento é de 8h as 12h. No Estádio Olímpico Mangueirão, os interessados podem procurar atendimento de 3º e 5º sempre pelo horário da manhã.

Festa - O projeto Vida Ativa da Seel encerrou as atividades do primeiro semestre de 2015 com festa junina realizada no polo que funciona na Asalp. A programação ocorreu no último dia 25 de junho com exibição de quadrilhas roceiras. Cerca de 400 pessoas participaram do “Arraiá” Vida Ativa na Roça. O grupo “Vivendo a Dança na Terceira Idade”, da professora Claudia Santos, animou a festa com apresentação de danças típicas como carimbó, siriá e retumbão.

A festa também foi animada pela quadrilha roceira da Asalp, coordenada pela professora Daniela. Outra exibição foi do grupo do Hospital Cyntia Charone. Houve desfile de Misses Caipiras no encerramento da festa. Outras brincadeiras como bingo e distribuição de prêmios também deixaram o ambiente descontraído.

 

Atividades - O polo do projeto Vida Ativa da Asalp funciona há quase 17 anos com atividades de ginástica, hidroginástica, alongamento, caminhada, dança, yoga e exercícios de memorização.

O polo conta as professoras Rita, Daniela e Raquel, e, na festa, participou como convidada a professora Leyla, que mesmo aposentada continua dando aulas na Asalp. Ela ressaltou a importância que os alunos dão às aulas e atividades oferecidas. “Quando eu comecei na Seel, há dez anos, me propuseram trabalhar com a terceira idade. Quando eu entrei, fiz curso e preparação. Comecei a me apaixonar pelo valor que eles dão ao que ensinamos. Eles levam a sério, pois aqui eles apresentam pra você os resultados”, disse a professora Leyla. “Esses resultados não são apenas físicos, mas também emocionais. Consegue tirar os idosos da solidão, mesmo os que vivem em casa, com família, mas vivem esquecidos e isolados. E por meio das atividades, eles se conhecem, se aproximam, dando seguimento à socialização saudável, formam belos casais ativos, dividindo atividades e namoram”, finalizou.

Terapia - Dona Hildacélia, 72, está há dez anos no projeto.  “Meu problema era coluna, por isso frequento a hidroginástica. Quando encontro com alguma amiga que ainda não frequenta, eu recomendo para ela não perder tempo. Hoje sou mais ativa, danço, não sinto mais nenhuma dor, aumentei meu círculo de amizades, já não fico mais sozinha em casa, estou sempre em atividade com as minhas amigas da Asalp”, afirmou a idosa.

A professora Flávia Oliveira, sentiu uma mudança muito grande quando começou a trabalhar com idosos há sete anos. “Eles têm muito respeito pela gente, assim como a gente por eles. Quando passei a trabalhar com idosos, eu senti que eles nos têm como filhos e netos. São muito carinhosos. Aqui a gente recebe muito mais do que dá. Eu me sinto muito feliz, e eu me sinto em casa”, disse.

Veja mais fotos em: Clique aqui!

Ascom Seel

 

 

Tags: