Polícia Militar garante segurança no jogo entre Paysandu e Macaé

A Polícia Militar reforçou a segurança para o jogo Paysandu e Macaé, partida válida pelo Campeonato Brasileiro da série B. O jogo começou às 21 horas deste sábado (17), mas desde cedo os locais de acesso ao Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão) já estavam sendo monitorados. Os torcedores eram revistados na subida da rampa dos portões B-1 e A-1.

Os procedimentos para o jogo foram definidos em reunião entre a PM e a diretoria de segurança do Paysandu. O Batalhão Especial de Polícia de Eventos coordenou as ações de segurança. Agentes da Polícia Rodoviária Estadual, Departamento de Trânsito (Detran), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) e Corpo de Bombeiros também participaram do esquema.

Segundo informações da Assessoria de Imprensa do Paysandu, algumas normas de segurança foram decididas durante a reunião ocorrida na véspera da partida. Pelo acordo, os menores de idade tiveram acesso por todos os portões a partir das 18h. foi feita ainda rigorosa fiscalização dos órgãos de defesa de crianças e adolescentes dentro do estádio. O acesso de idosos e deficientes físicos foi pelos portões A 1 e B1, a partir das 18h. Sobre as torcidas organizadas, a organização da partida exigiu documentação reconhecida, e todo o material foi vistoriado pela polícia. Os ambulantes tiveram acesso pelo portão B3, a partir das 16h, conforme orientação da Secretaria Municipal de Economia (Secon). Os portões do Mangueirão foram abertos ao público às 18h.

O jogo Paysandu e Macaé terminou empatado em 1 a 1. Com esse resultado, a equipe paraense fica em quinto lugar, portanto, fora da zona de acesso à série A. A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) já está de prontidão para o jogo do Clube do Remo e Operário, valendo pelo campeonato brasileiro da série D, neste domingo (18).