Paratletas paraenses conquistam vaga para Open Internacional no Rio de Janeiro

Os paratletas paraenses do Clube All Star Rodas conquistaram vaga para Open Internacional de Atletismo que será realizado no Rio de Janeiro, no mês de maio. O evento será classificatório para evento teste das Paralimpíadas de 2016. A delegação paraense conquistou o feito durante as provas do Circuito Caixa de Atletismo ocorrido no período de 3 a 6 de março, em Recife, capital pernambucana. Com saldo de 22 medalhas e o troféu de melhor clube em provas para cadeirantes de pista, o All Star Rodas se firma com um dos melhores do Brasil, segundo o Comitê Paralimpico Brasileiro.

O técnico Wilson Caju, coordenador da equipe, não esconde o orgulho. Ele disse na manhã desta terça-feira, 8, que o All Star Rodas já havia dado exemplo positivo no basquete em cadeira de rodas e agora se firma como fomentador do atletismo. Ele agradeceu o apoio constante que vem recebendo do governo do Estado, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), que pagou as passagens da delegação paraense. “Sem apoio da Seel jamais conseguiríamos esse resultado tão expressivo”, disse o técnico Wilson Caju, logo após o resultado das provas.

O evento da Caixa Econômica reúne num circuito as provas de atletismo, halterofilismo e natação para as regiões Norte/Nordeste. Foram mais de 500 paratletas representando 42 entidades.  Do Pará,  foram nove paratletas e o técnico Caju. O estreante em competições oficiais, Davi Pontes, 23, venceu o nervosismo e se saiu muito bem nas disputas de velocidade. Ele conquistou a medalha de ouro na prova dos 400 metros e prata nos 200 metros - classe T 54. “Foi a minha primeira competição oficial, estava ansioso, mas crente que conseguiria o resultado”, disse o jovem.

“A Seel parabeniza a equipe que representou a força do nosso esporte e levaram nosso nome para o mundo com suas premiações”, disse a titular da Seel, Renilce Nicodemos, destacando ainda que o resultado já era esperado, pois a equipe é focada nos treinamentos.

A delegação paraense conquistou oito medalhas de ouro, sete de prata e sete de bronze, além do troféu de melhor clube nas provas de pista para cadeirantes. Foram disputadas as provas de 100, 200, 400, 800, 1.500, 5.000 metros, além de arremesso de peso e lançamento de dardo e disco. O Pará tinha Davi Pontes, 23, Rildo Saldanha e Carlos Souza nas provas masculinas. As mulheres foram Débora Costa, Perla Assunção, Helena Ferrão, Andreza Arruda, Lucileia Costa, Vileide Brito e Lia Soares.

Já de volta a Belém, a delegação paraense volta aos treinamentos na pista olímpica do Mangueirão.

 

Medalhistas 
Rildo Saldanha - Ouro nos 5.000m; 800m e 1.500m - classe T 54
David Pontes – Ouro nos 400m; prata nos 200m - classe T 54
Carlos Souza - Prata nos 200m; bronze nos 100m e top metros - classe T 53
Perla Assunção - Ouro nos 100 e 200m; Prata nos 400m - classe T 54
Vileide Brito - Ouro nos 5000m; Prata nos 800m e 1500m - classe T 54
Debora Costa - Ouro 1500m; bronze 200m e 800m - classe T 54
Helena Ferrão - Prata nos 100m e 5000m; bronze nos 1500m - classe T 54
Cléia Costa - Bronze 100m - classe T 54
Andreza Arruda - Bronze 400m – classe T 54

 

Fonte: Clube All Star Rodas