Paraense sobe ao pódio no primeiro dia do Brasileiro Juvenil de Salto Ornamental

O atleta paraense Kaik Souza, 13, conquistou a medalha de bronze no primeiro dia de provas do Campeonato Brasileiro Juvenil de Salto Ornamental, que começou em Belém nesta sexta-feira, 28, e segue até domingo, 30, no parque aquático da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Os outros medalhistas da competição foram Pietro Toscano, do Clube Pinheiros, de São Paulo, que ficou com a prata; e Isaac Souza, do Tijuca Tênis Clube, do Rio de Janeiro, que foi ouro.

O campeonato é promovido pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos e Federação Paraense de Desportos Aquáticos. Os melhores colocados seguirão para o Panamericano que será realizado em Cuba, em setembro. Os atletas paraenses estão competindo pela Associação dos Docentes da Escola Superior de Educação Física (Adesef) e fazem parte do projeto esportivo desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), de Esporte e Lazer (Seel) e Uepa.

Ao todo são 18 clubes de seis Estados e o Distrito Federal. Segundo o professor Marcos Pinheiro, coordenador da modalidade de salto ornamental do Pará, a competição é um intercâmbio para os atletas de Belém. “Aqui estão os melhores do futuro no salto ornamental brasileiro”, apontou. O maior exemplo disso é a participação da atleta Giovanna Pedroso, 16, do Tijuca Tênis Clube, do Rio de Janeiro. A jovem foi medalha de bronze nos Jogos Panamericanos de Toronto, no Canadá, e está em fase de treinamento e preparação para as olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. É a primeira vez de Giovanna na capital paraense. “Aqui tem clima ideal para realizarmos nosso trabalho”, elogiou a atleta que treina em média dez horas por dia e parou de estudar para se dedicar aos exercícios. “Eu tenho o sonho de ser medalhista no Rio 2016. Por isso, estou sacrificando o estudo para alcançar meu objetivo”, completou.

Outro que enfrenta rotina intensa de treinamento é o paraense Kaik Souza, que pratica salto ornamental há cinco anos. “Eu pedi pra fazer um teste e passei. Comecei a treinar, competir e agora estou me sentindo bem melhor”, disse.

Primeiro dia - O campeonato abriu com cerimônia oficial e desfile das delegações. Familiares dos atletas, acomodados numa arquibancada especial, acompanharam a cerimônia. A primeira prova do dia foi no trampolim de três metros para homens. A rotina da prova exige dez saltos, sendo seis obrigatórios e quatro livres, nos quais os atletas precisam mostrar o aprendizado dos exercícios e a perfeição da aeróbica do corpo. “A prova se define na dificuldade do salto”, explicou o professor Marcos Pinheiro. A maior disputa ficou entre os representantes do Rio e de São Paulo. O paraense Kaik Souza terminou a prova em terceiro lugar, ficando com a medalha de bronze.

As mulheres fizeram a segunda prova no trampolim de um metro. O campeonato segue até domingo, 30, no parque aquático da Uepa. A entrada é gratuita. Participam os estados do Pará, Paraíba, São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina e o Distrito Federal

Foto: Sidney Oliveira / Agência Pará de Notícia