Pará usa aparelhos importados para treinamento de ginástica artística

O Estado do Pará pode sediar competições nacionais e internacionais de ginástica artística devido ao moderno Centro de Treinamento equipado com aparelhos importados da Alemanha. Os aparelhos foram doados pelo Ministério dos Esportes por meio da Confederação Brasileira de Ginástica e estão sendo usados pelas crianças atendidas no núcleo do Propaz, que funciona em parceria com a Universidade do Estado do Pará (Uepa). O presidente da Federação Paraense de Ginástica, Agenor Paes, também agradeceu a secretária Renilce Nicodemos, titular da Seel, pelo apoio que elevou o Pará a um dos melhores locais do Brasil para desenvolvimento da ginástica.   

Agenor Paes esteve na Seel na última sexta-feira, 25, quando também agradeceu pelo apoio que garantiu a realização da primeira etapa do Campeonato e Torneio Paraenses de Ginástica Artística. O evento foi realizado dia 12 de setembro no ginásio da Uepa, no bairro do Marco. O campeonato reuniu atletas de clubes filiados e não filiados à Federação Paraense de Ginástica. Entre os clubes estiveram o Centro de Jovem Promessa Caixa de Ginástica e o Centro Norte de Ginástica, que também contam com o apoio da Seel.

Cerca de 150 pessoas, entre atletas e comissão técnica, participaram do evento, que foi dividido em várias categorias, do baby de 6 a 8 anos, até a adulta com atletas de 18 anos em diante. A popularidade da ginástica ganha novas dimensões com os aparelhos que foram doados pela Confederação Brasileira de Ginástica e Ministério dos Esportes. “O Pará foi beneficiado com aparelhos importados da Alemanha, os mesmos que estarão nas Olimpíadas em 2016. Isso é um salto significativo pra nós, pois poderemos realizar eventos nacionais e internacionais”, destaca com orgulho o presidente da Fepagin, Agenor Paes. O Pará também vai participar, em Porto Alegre, do XXX Torneio de Ginástica Artística, em outubro.

Foto: Divulgação

Tags: