Miss do Mangueirão leva título festa junina do projeto Vida Ativa

A Miss do Mangueirão Marlene Matos venceu o concurso da caipira mais charmosa da festa junina do projeto Vida Ativa, da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel). O concurso fez parte da programação do evento, que também contou com apresentação de grupos de dança e quadrilhas juninas, com destaque para a “Gente que Brilha”, do Centro de Convivência Zoé Gueiros, que desenvolveu o enredo nas “Cores na Aurora Boreal”. Também se apresentaram na festa, a quadrilha junina da Associação dos Servidores da Alepa (Asalp) e da Associação de idosos do Conjunto Catalina.

A secretária Renilce Nicodemos, titular da Seel, esteve na festa para agradecer e destacar a alegria e a energia das pessoas que participam do projeto Vida Ativa. “A energia de vocês é contagiante e eu fico muito feliz em participar da programação junto com vocês”, disse a secretária.

A festa junina do projeto Vida Ativa reuniu, pela primeira vez, todos os cinco polos de funcionamento das ações em Belém e Ananindeua. Segundo a professora Kátia Rocha, diretora técnica de Gestão Esportiva da Seel, a ideia era integrar todos os beneficiados, facilitar o acesso e abrir mais oportunidades para que outros grupos que trabalham a inserção da pessoa idosa também pudessem participar. “A ideia foi bem aceita e nós estamos festejando o sucesso do evento aqui no Mangueirão que é grande, ventilado e de fácil acesso para todos”, disse. A festa não registrou nenhum incidente.

Concurso – O “arraial do Vida Ativa” teve venda de comidas típicas, mas o ponto alto da festa foi eleição das misses caipira, simpatia e mulata cheirosa. Dez candidatas representando os núcleos do projeto e do hospital Abelardo Santos desfilaram para conquistar o voto dos jurados. As professoras Cláudia Moura, diretora do EOP, Kátia Rocha, da Dtel, e o arte-educador Baerte Magalhães compuseram o júri.

A candidata do Mangueirão Marlene Matos ficou com o título de miss caipira, em segundo lugar ficou Raimunda Silva como miss simpatia e Teresina Freitas, em terceiro, como miss mulata cheirosa. A miss da Melhor Idade 2016, da prefeitura de Belém, Romana Andrade da Silva, 74 anos, estava presente na festa. Ela é aluna do Centro Zoé Gueiros e é destaque na quadrilha “Gente que Brilha”.

Dona Romana diz que participa de festas juninas há mais trinta anos e sempre foi destaque pela simpatia, mas que nem sempre foi assim. No passado, ela foi abandonada pelo marido com oito filhos pequenos, porém, atualmente agradece a Deus pela vida e a oportunidade de ter vencido a criação e educação de todos sozinha. “Sempre trabalhei, hoje sou mãe, avó e bisavó. No Centro Zoé Gueiros eu recebo carinho, atenção e lá eu faço dança e na Tuna eu faço ginástica”, conta.

Para o arte-educador Baerte Magalhães trabalhar com os idosos é gratificante. “É um grupo superativo, disposto e de bem com a vida”, conta ele, que também foi responsável pela coreografia da quadrilha “Gente que Brilha”.  “Foi tudo muito rápido porque eles são animados e já sabem dançar”, disse Magalhães, que já trabalha com o grupo de idosos há dez anos. “O perfil do idoso mudou. Eles conhecem seus direitos e cobram do poder público mais ações voltadas para melhoria da qualidade vida e tanto o Vida Ativa quanto no centro Zoé Gueiros, a gente trabalha essas políticas de valorização e isso é muito gratificante”, completou.

A festa junina do projeto Vida Ativa faz parte do calendário de atividades dos núcleos de atendimento. Esse ano, as coordenações resolveram unificar todos os polos e fazer uma única festa. Alunos, amigos e familiares prestigiaram a programação. A festa também marcou o encerramento das atividades do projeto neste primeiro semestre do ano. Quem quiser participar do projeto basta procurar qualquer polo de atendimento ou consultar a Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) pelo telefone: 3201-2300.