Mangueirão abraça campanha de doação de órgãos

No Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, a diretoria do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, anuncia adesão à campanha Setembro Verde, de incentivo à doação. A parceria também envolve a diretoria de Marketing do Paysandu Esporte Clube, Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) e Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), gestora do Mangueirão.

A diretora do Mangueirão, Cláudia Moura, com Ana Beltrão e Eduardo Daher 

A campanha foi lançada oficialmente na noite da segunda-feira, 26, durante a partida Paysandu x Bragantino pelo Campeonato Brasileiro da Série B. A médica Ana Beltrão, coordenadora da Central de Transplantes no Estado, e o engenheiro Eduardo Daher, da TopNefro, visitaram o estádio durante a partida, foram recebidos pela diretora Cláudia Moura e conversaram com os jornalistas e radialistas. Eles também visitaram o ambulatório do Mangueirão e conversaram com o médico Jayme Bastos, coordenador das ações de atendimento de urgência e emergência do estádio. A peça da campanha foi exibida no placar eletrônico do Mangueirão e uma faixa também foi mostrada ao público.

Hoje, dia 27, é o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos. O Mangueirão, segundo a diretora Cláudia Moura, é mais um espaço público que será usado para divulgar a importância do ato de doação. Segundo dados da Central de Transplantes do Pará, 480 pacientes aguardam pelo transplante de rim, enquanto outros mil esperam por uma córnea para recuperar a visão. “Temos esses nossos irmãos aguardando por um gesto de solidariedade”, disse Eduardo Daher.

Para Ana Beltrão, médica hematologista e coordenadora da Central de Transplantes do Estado, o principal alvo da campanha é a família, pois só esta pode decidir sobre a doação de órgãos e tecidos. Ela lembra que mesmo quando a pessoa se declara doador em documento de identidade, a Central só pode agir se a família autorizar. “Isso é válido para todos os casos. Por isso, é fundamental que a família tenha conhecimento sobre a vontade do doador de órgão”, disse a médica.

Em Belém, órgãos públicos e monumentos foram iluminados na cor verde como forma de chamar atenção do público sobre a importância da doação. O Mangueirão também passou fazer parte da campanha Setembro Verde. Outtas informações sobre a campanha e sobre doação de órgãos na Central de Transplantes do Estado do Pará, na avenida Magalhães Barata, nº 651, bairro de Nazaré.