Judoca paraense conquista o bronze no Pan

A judoca paraense Izabelle Cristina Ribeiro Andrade, de 13 anos e faixa azul, conquistou a medalha de bronze na categoria sub-15 peso -36 no Campeonato Pan-Americano de Judô, que foi disputado na cidade de Santo Domingos, na República Dominicana, de 11 a 12 de novembro. Ela é atleta bolsista da academia Associação Sensei Coelho e é treinada pelo sensei Cleber Coelho. Ela competiu com apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), em forma de patrocínio para passagens aéreas e ajuda de custo.

A competição reuniu 16 atletas do Brasil e Izabelle Andrade foi a judoca única do Pará a competir na categoria sub-15. Ela garantiu a vaga para o campeonato por ter conquistado o título do Campeonato Brasileiro de Judô, organizado pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), no dia 3 de setembro, na cidade de Lauro de Freitas, na Bahia. O torneio foi seletiva para o Pan e Izabelle Andrade o disputou também com apoio da Seel.

“Eu fui preparada para conquistar o primeiro lugar, mas infelizmente eu acabei perdendo a primeira luta. Tive que disputar a repescagem e venci a decisão pela medalha de bronze. Das 16 meninas na competição, eu fiquei em terceiro lugar”, disse Izabelle Andrade.

A judoca já acumula conquista em sua carreira. Ela foi medalha de prata  no Campeonato Brasileiro Regional 1, disputado em setembro, além das medalhas de ouro na Copa Paragominas, na Copa Marabá e na Copa Bragança, que foi seletiva para os Jogos Escolares de 2016, no qual ela não medalhou.

Izabelle Andrade participa de competições desde os 10 anos, após trocar as aulas de balé pelo judô. Ela assistia o irmão nos treinamentos e se encantou pelo esporte. O seu próximo desafio será a disputa do torneio em comemoração ao aniversário da Federação Paraense de Judô, que será realizado no dia 4 de dezembro.

Em 2017, a primeira competição que Izabelle Andrade irá disputar será o Campeonato Agostinho Maciel, que abre o calendário da Confederação Paraense de Judô e serve de seletiva para a primeira fase do Campeonato Brasileiro Regional 1. “Nossa meta é se classificar e novamente representar o Estado no Campeonato Pan-Americano”, afirma a jovem judoca.