Força-tarefa de segurança realiza simulação visando passagem da Tocha Olímpica em Belém

A força-tarefa criada para realizar a segurança do evento da passagem Tocha Olímpica em Belém, realizou na manhã desta quarta-feira, 1º, uma simulação da programação de segurança e trânsito pelo trajeto do símbolo olímpico na capital paraense. Antes da saída do comboio foi realizada uma reunião, no Estádio Olímpico do Pará - Mangueirão, com representantes de todos os órgãos envolvidos no esquema. A Tocha Olímpica estará em Belém no dia 15 de junho. A chegada está prevista para as 9h30 no Aeroporto Internacional de Belém, seguindo para o Mangueirão, ponto de largada do primeiro condutor. Serão 32 quilômetros de percurso, acompanhado por um comboio de segurança e de patrocinadores do evento. O encerramento será no Portal da Amazônia.

Durante a reunião, foram apresentados imagens e vídeos da passagem da Tocha pela cidade de Salvador (BA). Todos os pontos negativos e positivos foram analisados. A expectativa do coronel Hilton Benigno, coordenador do grupo, é que Belém fará uma grande festa para receber o símbolo olímpico e os representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e Comitê Olímpico Internacional (COI). “Temos certeza que Belém terá uma das festas mais bonitas do Brasil”, disse o militar. Além de Belém, a tocha olímpica vai visitar Santarém e Alter-do-Chão, na região Oeste do Pará

No Brasil, a Tocha Olímpica vai passar por mais de 300 cidades, conduzida por 12 mil pessoas em cem dias de evento. Cada pessoa deve levar a tocha por aproximadamente 200 metros. São 20 mil quilômetros por estradas e 10 mil milhas aéreas no trajeto até chegar ao Rio de Janeiro no dia 5 de agosto para abertura das Olimpíadas 2016.