Delegação do projeto Dorinha conquista 1º lugar em Grand Prix de Judô para Cegos

A delegação paraense do Projeto Dorinha, mantido pela Associação Sousa Filho de Artes Marciais (ASFAM), conquistou o primeiro lugar no Grand Prix Infraero de Judô Para Cegos, realizado no período de 3 a 15 de novembro, no Ginásio do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre. A delegação composta por dez atletas esteve na manhã da última quinta-feira, 26, na Sede da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) em visita a titular Renilce Nicodemos para agradecer o apoio que contribuiu para participação dos atletas no evento.

O projeto Dorinha é um projeto que atende crianças do sexo masculino e feminino em situação de risco social e ainda deficientes visuais, autistas e portadores de síndrome de down. A entidade que tem como presidente, Ana Cecília Moreira, vem se tornando cada vez mais um espaço para reinserção social e revelações de talentos.

“Ficamos felizes em realizar esse trabalho, e com o apoio da Secretária por meio da Seel, ganhamos um gás a mais para os atletas e toda a equipe envolvida no projeto, jamais seriamos capazes de participar de tal evento se não fosse essa ajuda, por isso hoje estamos aqui para agradecer a oportunidade que vocês estão nos dando, sempre fomos muito bem recebidos nesta secretaria e isso nos motiva a ir além do que do que podemos”, destacou a presidente.

O evento foi realizado com disputas nas categorias, adulto e iniciante, ambas no masculino e feminino, com judocas de 41 associações de todo o Brasil. O titulo de primeiro lugar em nível nacional conquistado pela delegação Dorinha foi Inédito para Estado do Pará, que sediará uma etapa do evento em 2016.