Delegação dinamarquesa de natação avalia parques aquáticos no Pará

O consultor dinamarquês, Rasmus Schack, visitou, na manhã, desta quarta-feira, 8, os parques aquáticos do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), no bairro da Pratinha, e da Universidade do Estado do Pará (Uepa), no bairro do Marco, em Belém. O relatório da viagem, que vai definir se a delegação dinamarquesa de natação vem passar o período de aclimatação às Olimpiadas Rio 2016, em Belém, saírá num prazo de um mês. A seleção dinamarquesa é  sétima colocada no ranking internacional de natação e, segundo o consultor, tem boas chances de disputar uma medalha olímpica no Brasil. Sobre a visita, Rasmus disse que, Belém tem clima, temperatura, culinária e acolhida suficientes para ser eleita o ponto daquela delegação que mora em Copenhagen, captal da Dinamarca, ao norte da Alemanha, nos chamados países escandinavos. Por parte do Governo do Estado, a secretária de Esporte e Lazer, Renilce Nicodemos, antecipou que as adaptações exigidas pela delegação deverão ser atendidas de imediato, visando o intercâmbio sócio-esportivo e cultural entre os atletas de alto nível e os jovens paraenses. O consultor ainda vai avaliar as condições de hospedagem, alimentação, transporte, segurança e centro de treinamento físico. Caso a capital paraense seja escolhida, a delegação ficará aqui no período de 17 a 31 de julho de 2016.

 

Antes de Belém, Rasmus visitou o Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Volta Redonda entre outras cidades brasileiras, mas ele acredita que Belém tem condições de temperatura mais semelhantes ao Rio de Janeiro à época dos jogos. Outro ponto importante é a concorência, considerando que estas cidades mais próximas da competição estejam comprometidas com outras delegações, algumas delas já em fase de treinamento no Brasil. "Temos muitas considerações, porém o clima, temperatura da água, arborização e silêncio são pontos fundamentais", adiantou. A estrela da delegação dinamarquesa é a atleta Jeanette Ottesen, 27, campeã mundial dos 50 metros livres. Outros cinco atletas, sendo apenas um homem, compõem a seleção. O restante da delegação é formada por técnico, preparadores físicos, médicos entre outros.

 

A visita de Rasmus Schack abre um calendário para outras consultorias esportivas que buscam pontos de treinamento para aclimatação de delegações que vão disputar os Jogos Rio 2016. Segundo a secretária Renilce Nicodemos, o governo está aguardando confirmação de outras visitas, e, ela garante que o Pará está pronto para recebê-las em oferecer espaços para outras modalidades esportivas. "Temos condições de atendê-los tanto que estivemos no Rio de Janeiro apresentando nossas ideias ao Comitê Olímpico Brasileiro e essa visita marca o início do reultado do nosso trabalho junto COB. Além dos parques aquáticos tempos a pista de atletismo do Mangueirão, qe também foi apresentada para ser um dos 164 pontos de treinamento às olimpíadas do Rio 2016", disse a secretária.

 

Marinha - Na visita ao Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), o consultor analisou as condições da piscina e dos alojamentos. Na ocasião, Rasmus Schack, foi recebido pelo comandante do Centro, capitão-de-mar-e-guerra Julio Cesar de Andrade Rocha, que destacou a participação de atletas militares em jogos nacionais e internacionais, além de adiantar que haverá melhorias no local, caso a delegação escolha Belém como sede para treinamento. "Para a Marinha Brasileira será uma honra pois esta oportunidade agregará valor sócio-esportivo aos nossos jovens", disse.

 

Comissão - O presidente da Comissão de Esporte e Turismo da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Celso Sabino (PSDB), também acompanhou a visita do consultor ao parque aquático da Uepa. Na ocasião, ele reforçou a meta de o Pará se tornar um ponto de referência para as modalidades de alto nível. "Te,os condições de atender outras modalidades como Judô, Jiu-Jitsu, canoagem, saltos ornamentais entre tantas outras que precisam de lugar especial para treinar e se preparar para os jogos. Bom se no carnaval, quando todas as escolas de samba que levam o Pará para avenida e são campeãs, ficamos na torcida para que tudo dê cerro e nós consigamos atrair as delegações para o Pará", disse o parlamentar.

Veja mais fotos em: Clique aqui!

 

 

Texto- Selma Amaral

Fotos: Anderson Silva