Definido esquema de segurança para o jogo entre Remo e Águia no Mangueirão

Representantes do Detran, Segup e Semob se reuniram na manhã desta quinta-feira, 28, com a diretoria do Clube do Remo, para definir o esquema de acesso e segurança durante a partida entre Remo e Águia, que será realizada no próximo domingo (31), no Estádio Olímpico do Mangueirão. Cerca de 25 mil torcedores são espérados para o evento.

Por conta das obras do BRT na Avenida Augusto Montenegro, o portão principal do Estádio Olímpico estará fechado para a entrada de veículos. O coordenador de operações do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), Walmero Costa, explica que quem for de carro terá que acessar o Mangueirão por outras vias. “Quem vem pela Augusto Montenegro no sentido Entroncamento – estádio vai poder fazer o retorno na altura do Conjunto Natália Lins e entrar na Transmangueirão, onde estarão abertos três portões, totalizando sete em torno do Mangueirão. A novidade para esse evento é que vamos abrir o estacionamento do Detran para que os pedestres que chegam pela Augusto Montenegro possam chegar ao interior do estádio a pé”.

Ele recomenda ainda que os torcedores exercitem a solidariedade dando carona para os amigos e evitando um número excessivo de veículos às proximidades do Estádio. “O Detran está organizando uma grande operação que contará com o apoio da Semob, para minimizar os transtornos. Vamos atuar nas áreas internas do estádio para evitar estacionamento na rotatória do anel viário, e também na área das bilheterias, para garantir acesso de veículos de emergência caso seja necessário”, contou Walmero.

Durante a reunião, o Capitão Marcos Neves, do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE) da Polícia Militar, apresentou uma proposta de acesso aos portões A1 e A2 que, com o uso de guarda-corpos na área da grama, evitará que a fila de torcedores atrapalhe a entra de veículos nos outros portões, além da possível invasão de pessoas sem ingresso ao local. “Orientamos que o torcedor compre o ingresso com antecedência para evitar filas e chegue cedo para fugir daquele sufoco que ocorre meia hora antes do início do jogo. Os portões serão abertos às 13h, por isso, chegando com antecedência é possível ter um acesso tranquilo ao Mangueirão”, explica o Coronel Sidney Profeta, comandante do BPE.

Na última segunda-feira (25), representantes dos órgãos de segurança e mobilidade já haviam feito uma vistoria no estádio para definir algumas estratégias. Estão convocados para o dia do evento 250 policiais militares, 60 bombeiros, 15 agentes da Semob e 15 do Detran. Também haverá um efetivo de apoio em redor do Mangueirão para coibir a ação de assaltantes e cambistas.

“É o primeiro jogo do ano e o início de uma nova gestao do Clube do Remo. Estamos trazendo a experiência que adquirimos no ano passado, quando estabelecemos - e alcançamos - a meta de não perder o mando de campo por conta de confusão nas arquibancadas. Que o torcedor vá tranquilo, pois estamos trabalhando para que ele possa prestigiar o jogo em segurança e volte pra casa em paz”, orientou Orlando Frade, diretor de segurança do Clube do Remo.

O comandante de Policiamento Especializado da PMPA, coronel Arthur Rodrigues, destacou a importância da participação de todos os envolvidos no evento. “A polícia atuará no sentido de que garantir que tudo transcocorra bem, assim como os outros órgãos envolvidos no esquema e a diretoria do Clube do Remo. Cada um aqui tem um papel fundamental e, por experiência nesses eventos, sabemos que são os pequenos detalhes que podem causar problemas. Vamos nos preparar ao máximo para que essa partida seja marcada pela absoluta tranquilidade e sirva de exemplo para outros jogos realizados no Mangueirão ao longo do ano”, comentou.

Texto: Erika Torres / Núcleo de Articulação e Cidadania