Cresce procura por atividades no projeto Dorinha

O projeto Dorinha, vinculado à Associação Souza Filho de Artes Marciais (Asfam), vem registrando aumento no número de candidatos interessados em participar das ações que incluem o deficiente como praticante de judô. A presidente da Asfam, Ana Cecília Moreira, esteve na sede da Seel, na manhã desta quarta-feira, 30, para agradecer a secretária Renilce Nicodemos pelo novo momento vivenciado na entidade.

Segundo a presidente, o atleta Leonardo Baena, portador de Síndrome de Down, foi campeão na etapa nacional do Judô para Todos realizado no Rio de Janeiro. “Sem o incentivo da Seel seria impossível conseguirmos obter esse resultado”, disse a presidente.

Devido ao sucesso do Leonardo, o projeto Dorinha tem registrado aumento no número de pessoas interessadas em praticar o judô. “Sabemos que existem muitas pessoas dentro de casa, esperando por uma chance, e nós queremos aproveitar esse momento para agradecer a Seel pela colaboração e também solicitar aos familiares de pessoas deficientes que nos procurem, pois estamos prontos para ajudar e melhorar a qualidade de vida dessa pessoa”, disse Ana Cecília.

 O projeto Dorinha funciona na Rua dos Mundurucus, no bairro de Batista Campos, no horário comercial. A entidade é especialista na prática do judô direcionado aos deficientes. Na visita desta quarta-feira, foram apresentados os novos integrantes do projeto. O jovem Ítalo Paulo da Silva, 18, e o pequeno Luis Felipe Vilhena, 12. Os dois estavam acompanhados dos atletas Lucas Estevam e Valdirene Santos, da presidente Ana Cecília Moreira, e de familiares.