Correios lançam selos postais alusivos aos Jogos Olímpicos e Paralimpicos

A Agência Filatélica dos Correios, em Belém, lançou na manhã deste sábado, 19, os selos postais especiais alusivos aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos que serão realizados no Rio de Janeiro, em 2016. O evento reuniu os colecionadores de selos e moedas e os paratletas do Clube All Star Rodas de basquete em cadeira de rodas. O paratleta Davi Pontes carimbou o selo paralímpico que traz a figura do Tom, personagem criado para ser o mascote dos jogos paralímpicos. Já o filatelista Marcelo Correa carimbou o segundo selo com a imagem do personagem Vinicius. A cerimônia de lançamento foi acompanhada por olhares atentos dos membros da Sociedade Philatélica Paraense (Sophipa), uma das mais antigas do Brasil com 80 anos de existência e cerca de cem pessoas cadastradas. A agência filatélica é uma espécie de museu dos Correios com acervo de selos personalizados e máquinas que remontam aos primórdios da empresa. "Este lugar foi aberto especialmente para os colecionadores. Eles se reúnem uma vez por mês para trocar ideias", contou Julia Pinho, secretária da Sociedade. O gerente da agência, Antônio Francisco, conduziu a solenidade de lançamento dos selos.

Mais de um milhão de exemplares já estão em circulação por todo o País. As moedas alusivas aos jogos serão lançadas somente em 2016 e serão comercializadas pelo Banco do Brasil com preços variados. As moedas serão cunhadas em ouro, prata e bimetálica e não vão entrar em circulação. Sobre a filatelia, Rommel Gomes e Manuel Gonzales rendem grandes elogios. Gonzales diz que a filatelia "abre portas", pois existem colecionadores no mundo inteiro e que sempre estão dispostos a colaborar com o amigo de outro lugar. O colecionador Manuel Gonzales é um espanhol que está no Brasil há 61 anos. Na coleção ele possui os selos mais antigos do Brasil (Olho de Boi, de 1º de agosto de 1843) e da Inglaterra (Peneblack, de 1842). Já Rommel Gomes coleciona peças de 1900 em diante. "É uma paixão", descreve.

Sobre o selo dos jogos olímpicos e paralímpicos, os colecionadores disseram que se trata de um momento especial e que por meio deste será contada a história brasileira para outros povos do mundo inteiro. Para Manuel Gonzales, a escolha dos personagens Tom e Vinicius foi em feita com competência e que as equipes de criação dos selos no Brasil têm sido muito felizes nas temáticas, cores e datas alusivas. Como terapia, a filatelia também é vista como forte aliada. "Não tenho coisa melhor. Temos amigos no mundo inteiro, além de passearmos pelas culturas diversas por meio dos selos postais" contou Manuel Gonzales.

Moedas - Os novos apaixonados por coleção de objetos raros são jovens do recém-criado grupo de Numismata de Belém. Segundo Marcelo Pinto, coordenador das ações do grupo, o trabalho é difícil, mas está crescendo e se abrindo para novos simpatizantes. O trabalho se divide pelo período da história brasileira (Colônia, Império e República). No acervo do jovem colecionador tem duas mil moedas de outros países como Itália, França, Bélgica, Egito entre outros. Do Brasil, Marcelo te, peças raras como a de 500 reis, de 1932. "Pela família do Real nós destacamos o material da matéria-prima caracterizadas como bimetálicas, cubroníquel e alumínio", disse o rapaz, que em atuando junto aos colecionadores de selo. 

Paratletas -  A solenidade de lançamento dos selos alusivos aos jogos olímpicos e paralímpicos contou com a participação dos paratletas do Clube All Star Rodas de basquete em cadeiras de rodas. O diretor do clube, professor Wilson Caju agradeceu a oportunidade e anunciou que o grupo já está selecionado para os jogos paralímpicos do Rio de Janeiro. "Aqui temos cinco paratletas que estarão no Rio de Janeiro em 2016", disse. na ocasião, Caju convidou a pleteia para conhecer o trabalho e acompanhar os treinamentos do grupo no ginásio da Guarda Municipal de Belém. 
Para Davi Pontes, que carimbou o selo postal paralímpico, a oportunidade foi única. Ele disse que estava muito honrado pelo momento histórico em sua vida. Davi é paratleta do basquete e do atletismo.

Segundo o gerente da agência Antônio Francisco Costa, o lançamento dos selos postais está ocorrendo em todo o Brasil desde o dia 12 de dezembro passado quando ocorreu a solenidade do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), no Rio de Janeiro. "Os Correios seguem com a programação. Para nós do Pará é uma honra contar comparticipação de paratletas paraenses no Rio de Janeiro". Ele também agradeceu a participação da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) e da Rádio Cultura do Pará, que esteve representada pelo jornalista Manoel Alves.