Canoísta paraense é convocado para disputar o Pan-Americano

O canoísta paraense Hericles Scoot de Sousa Miranda, de 20 anos, foi convocado pela Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) para disputar o Campeonato Pan-Americano de Canoagem Maratona, que será realizado entre os dias 10 e 13 de novembro na cidade de Tigres, na Argentina. Hericles foi chamado para integrar o barco K2 Sênior Masculino para a prova dos 20km, ao lado de Alberto Oliveira do Carmo Junior.


Foto: Antônio Silva / Agência Pará

Segundo a CBCa, o critério de convocação foi baseado nos resultados obtidos no Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona 2016, que foi disputado em maio na praia da Graciosa, em Palmas, no Tocantins. Na prova de K1 25 km Masculino Hericles ficou na quinta colocação. Hericles é atleta da Associação Santarena de Canoagem e Ecologia (Ascae) e recebeu apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) para a disputa do torneio nacional.

O canoísta de Santarém treina diariamente no rio Tapajós e afirma que está fazendo preparação específica para a prova de maratona: “A expectativa é sempre boa, o nosso trabalho vem sendo realizado diariamente, a gente entrou em recesso depois do Campeonato Brasileiro de Velocidade e agora a gente está voltando com um trabalho mais apurado de maratona, já que saiu esta convocação. Então, a gente está esperando, se Deus quiser, uma boa participação neste Pan. Eu estou fazendo preparação para resistência, já que a prova terá 20 quilômetros. Então é bastante puxado, a gente está trabalhando bastante isto”, disse Hericles Miranda. Ele afirma que, desta vez, vai estar pronto para enfrentar condições adversas de tempo, para não ser surpreendido como aconteceu no Campeonato Brasileiro de Canoagem em Londrina, no Paraná, quando a temperatura estava negativa: “Estou me preparando para não chegar a acontecer o que aconteceu no Campeonato Brasileiro de Velocidade, que estava super frio e acabou atrapalhando o nosso rendimento e o nosso resultado lá”, revela.

Décimo primeiro colocado no ranking nacional, Hericles espera conseguir um bom resultado no Pan para subir de posição e ser convocado para a seleção brasileira. Apenas os oito melhores canoístas do ranking integram na equipe nacional que irá disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020. “É prioridade, sim, estar na seleção brasileira para poder participar dos campeonatos mundiais. E o meu sonho é o de todo atleta, representar o Brasil não só nos campeonatos mundiais, no Sul-Americano e no Pan, mas também nas Olimpíadas.”

Hericles Miranda embarcou pela primeira vez num caiaque aos oito anos, incentivado pelo pai. Aos 12 anos começou a competir em Santarém e há três anos participa de competições nacionais. Neste período, já conseguiu quatro convocações pela Confederação Brasileira de Canoagem, para disputar dois campeonatos sul-americanos e dois mundiais, em Duisburg, na Alemanha, e em Oklahoma, nos Estados Unidos.