Campanha Pacto de Paz da Seel é lançada no Mangueirão

O Clube do Remo goleou o Cametá por 5 a 0 em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Paraense Banpará 2017. O jogo foi realizado na tarde deste domingo, 29, às 16h, no Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão.

Antes do jogo, a Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) fez o lançamento da campanha do Pacto de Paz, esporte sem violência, que visa conscientizar os torcedores sobre a importância de manter a paz, harmonia e tranquilidade nos estádios de futebol do Pará.

O cônego Ronaldo Menezes, que representou o arcebispo metropolitano de Belém, dom Alberto Taveira; e o pastor Divino dos Santos, presidente da Comissão de Combate às Drogas, da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), abençoaram a temporada e desejaram sorte aos competidores. “Que vença o melhor”, disse o pastor Divino dos Santos.

A secretária Renilce Nicodemos, que na ocasião representou o governador Simão Jatene, disse que o Pacto de Paz é uma iniciativa de política pública que deixa sua mensagem de sensibilização para que o público, dirigentes esportivos e atletas possam desenvolver suas atividades na temporada 2017 em clima de paz.

Para o presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Adelcio Torres, a ideia da Seel é louvável e ele, enquanto dirigente máximo do futebol paraense, vai colaborar com a campanha. O subtenente Adiel Lima de Azevedo, do Corpo de Bombeiros, também aprovou a campanha e disse que a Corporação vai ajudar da melhor forma possível. “Nós já temos um trabalho nesse sentido, mas vamos intensificar nesta temporada de 2017”, disse.

A cerimônia ainda reuniu representantes de diversos segmentos sociais e encerrou com desfile na pista olímpica do Mangueirão. A comitiva foi acompanhada pelas crianças atendidas no pólo do Pro Paz, no Mangueirão.

Jogo – A vitória do Clube do Remo abriu as atividades do Mangueirão em 2017. O Clube do Remo goleou o Cametá com gols de Fininho (pênalti), Edgar (2), Jaime e Flamel. Mais de 13 mil torcedores estiveram presentes ao estádio, que entre outros serviços, ofereceu um sistema moderno de catracas eletrônicas instalado em todas as bilheterias do estádio. Quem chegou cedo, não teve problemas para cruzar a catraca. “Aprovado o sistema, muito bom”, disse o autônomo Antônio Carlos.

O casal de torcedores Maria Souza e André Pereira, também gostou da modernidade. “É muito rápido, gostei da tecnologia”, disse a moça. Outros dois torcedores Mauro Lima e o filho dele, Mauro Lima Junior, também não tiveram problemas para acessar o estádio. “Foi muito rápido”, disse o estudante. Os portões foram abertos às 14h.

A central de manutenção do Mangueirão registrou alguns incidentes nas catracas com torcedores se queixando de sofrer descarga elétrica. Os casos foram identificados no setor A-2, que foi isolado imediatamente. O médico de plantão no Mangueirão, Jayme Bastos disse que um torcedor foi atendido no local, porém, o caso não foi grave.

Também não foram registrados incidentes de maior proporção na reabertura do Mangueirão. Homens da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros atuaram no esquema de segurança. O trânsito, apesar da chuva, foi tranquilo, tendo maior concentração nas áreas próximas ao estádio.

Outros jogos – No complemento da rodada, o Águia de Marabá venceu o São Raimundo, de Santarém, pelo placar de 1 a 0, com gol de falta de Bilau. Já o outro time de Santarém, o São Francisco, perdeu no Colosso do Tapajós para o Pinheirense. Endy e Biolay garantiram o resultado positivo para o General da Vila ainda no 1° tempo. Fábio Paulista descontou para o time santareno.

Texto – Ascom Mangueirão

Foto: Thiago Gomes / Agência Pará