Baile Carnavalesco da 3ª Idade da Seel terá ação social

O tradicional Baile Carnavalesco da 3ª Idade vai arrecadar a partir deste ano, em sua 17ª edição, doações para entidades que cuidam de idosos carentes. A ação social foi denominada 1ª Ação Voluntária do Baile Carnavalesco Seel e foi anunciada na tarde desta quinta-feira, dia 26, no auditório do Detran, durante a primeira reunião preparatória para o evento. A tradicional festividade é realizada anualmente pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), reunindo participantes do Programa Vida Ativa na Terceira Idade e de diversos grupos e entidades de idosos do Pará. Este ano, o Baile vai ser realizado no dia 22 de fevereiro, das 16h às 22 horas, na sede do Grêmio Literário Português. Uma das grandes atrações do evento será a realização do concurso das Rainhas das Rainhas da 3ª Idade.

A “1ª Ação Voluntária do Baile Carnavalesco Seel” é promovida pela Seel em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (CEDPI), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Segundo anunciou a comissão organizadora do 17º Baile Carnavalesco da 3ª Idade na reunião desta quinta-feira, o evento promove a partir deste ano ação social em prol de idosos carentes. Serão aceitas doações de lençol do elástico, artigos de higiene pessoal e alimentos não perecíveis. O material arrecadado será distribuído para o Abrigo João de Deus e para o Abrigo São Vicente de Paula. As doações serão entregues no dia do baile e serão recebidas por representantes das instituições beneficiadas.

O Abrigo João de Deus funciona travessa Joaquim Távora, no bairro da Cidade Velha, em Belém, e é uma instituição católica que oferece ajuda para moradores de rua. É dirigido por freiras e composto por diretoria voluntária e sócios contribuintes. Já o Abrigo São Vicente de Paula é uma entidade filantrópica que abriga 28 idosas, de 69 a 99 anos, e foi fundado há 80 anos pela Associação das Senhoras de Caridade. A conselheira do Cedip, Onéa Dourado, participou da reunião e falou sobre a “1ª Ação Voluntária do Baile Carnavalesco Seel” e sobre os abrigos que serão atendidos. “Nós, do Conselho, recebemos com muita alegria essa iniciativa da Seel. Estamos juntando o útil ao agradável. De um lado o baile já tradicional e festivo. Vários idosos estarão se divertindo,e também vai ter o cunho voluntário e solidário, todos nós estaremos pensando naqueles que estão enfermos ou em alguma situação de risco. De certa forma, estaremos também prestando uma homenagem a esses idosos. O Conselho agradece muito à Seel, estamos realizados com essa atitude, que outros possam se espelhar porque é muito gratificante para nós do Conselho, enquanto guardiões do direito da pessoa idosa, em estar proporcionando para eles mais essa ajuda.”