Atrações culturais encantam o público na Feira Existir

As atrações culturais encantaram o público no último dia de realização da I Feira Estadual Existir. Entre elas, as apresentações do cantor e músico de Fortaleza, David Valente, saxofonistas alunos do curso de Bacharelado de Música e o Sexteto de Sopro da Fundação Carlos Gomes, Grupo de Dança Astério de Campos, da Seduc/Coees, apresentação musical de Núbia de Freitas, Duo de Flauta e Violoncelo de alunos da Carlos Gomes e a Orquestra de Violoncelistas da Amazônia (OVA), da UFPA no show de encerramento.

David Valente fez um dos shows que mais emocionaram o público na Feira Existir. Músico profissional desde 1995, ele não tem movimentos nas mãos e toca teclado e opera seu equipamento musical com os pés. Dono de uma bela voz, ele apresentou clássicos da Música Popular Brasileira e forrós tipicamente nordestinos, que fizeram a plateia cantar e dançar.

A I Feira Estadual Existir conta com 31 estandes de expositores de áreas tecnológicas, de equipamentos, de produtos e do fazer, que inclui educação, esportes e lazer e sua programação apresenta inovações tecnológicas que visam auxiliar e facilitar a vida de pessoas com diversas deficiências, seja na área da saúde, da educação, da acessibilidade e inclusão social. Além disso, pretende focar na área de esportes, de cultura e lazer. “O ponto principal é dar visibilidade ao que o Estado tem feito, está fazendo e pretende fazer para beneficiar e incluir as pessoas com deficiências. Aqui as pessoas podem ver o que há de novo para elas”, finalizou a diretora do NAC, Daniele Khayat.

A Feira contou também com apresentação de judocas com deficiência física da Asfam (Associação Souza Filho de Artes Marciais), além de depoimentos de atletas apoiados pelo Bolsa Talento, da Seel, e mesas temáticas com os temas “Recursos de Tecnologia Assistiva: Softwares e Hardwares”, com Prof. Dr. Antônio Borges (NCE-UFRJ), Profa. Dra Andrea da Silva Miranda (UFRA) e Prof. Claudio Dusik (UFRGS); “Pesquisas em Tecnologia Assistiva”, com Fapespa e CNRTA-MCTI; “Recursos de Tecnologia Assistiva e Comunicação Alternativa”, com Prof. MSc. Rafael Luiz Morais da Silva (Uepa), Profa. Rita Bersh (Assistiva – RS) e Prof. Rafael Alves - Especialista em Tecnologia Assistiva com EyeTracking (Civiam-SP); “Estratégias Metodológicas e Tecnológicas para Inclusão”, com Profa. Dra. Ivanilde Apoluceno de Oliveira (Uepa), Dr. Franclin Nascimento (MEC) e Dra. Maria Aparecida Zulian (CNRTA/MCTI); “Terapias Inovadoras: Terapia Assistida por Animais – TAA e A Roupa Biocinética”, com Profa. Dra. Fernanda Martins Hatano (Ufra) e Profa. Dra. Ana Irene Alves de Oliveira (Uepa); e palestras com temas: “Lei Brasileira de Inclusão - garantia de direitos das pessoas com deficiência”, com Gisele de Souza Cruz da Costa - Presidente da Comissão de Proteção aos Direitos da Pessoa com Deficiência – OAB/PA; “Entendendo bio e neuro estimulação – como recuperar os mecanismos biológicos e permitir que o organismo chegue à cura”, com Dr. José Alfredo Coelho Pereira – Médico e pesquisador na área de biofísica; “Acessibilidade na Era Digital – Fator de Inclusão e de Inovação”, com Claudiene Mortimer - Coordenadora de Acessibilidade no Banco Bradesco, Especialista em Diversidade e Inclusão e em Tecnologia Assistiva (SP).

 

Texto e foto: Antonio Darwich / Ascom Seel