Atleta paraense disputa vaga à Seleção Brasileira de Canoagem

O atleta paraense Hericles Miranda, 18, está muito perto de conseguir índice e a classificação para compor a Seleção Brasileira de Canoagem. O teste será dia 27 de agosto durante o Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade, promovido pela Confederação Brasileira de Canoagem, na cidade de Curitiba (PR). O atleta está treinando forte visando reduzir o tempo de 36 segundos na prova de duzentos metros.

O local dos treinos é o rio Tapajós, em Santarém, na região do Baixo Amazonas. A rotina é acompanhada pelo irmão e técnico Jackson Miranda, 21, que ao longo dos últimos sete anos vem conduzindo o aperfeiçoamento do irmão e de outras 25 crianças que fazem parte da escolinha de canoagem mantida pela Associação Santarena de Canoagem e Ecologia (Ascae).

O sonho de se tornar atleta da seleção brasileira e embarcar na disputa das Olimpíadas do Rio 2016 está bem perto. Na última semana, a família Miranda esteve reunida com a secretária Renilce Nicodemos, titular da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), quando recebeu oficialmente o apoio para viagem e estadia de Hericles, em Curitiba.

O encontro ocorreu em Santarém , durante a passagem da secretária para acompanhar a solenidade de abertura da fase regional dos Jogos Abertos do Pará (Joapa/2015). “Estou muito feliz em poder colaborar com o sonho do Hericles de disputar vaga para Seleção Brasileira de Canoagem”, disse a secretária, após ratificar o apoio destinado ao atleta.

Para chegar ao nível de alto rendimento, Hericles treina diariamente, mantém uma alimentação balanceada e desenvolve exercícios aeróbicos para manter firme as braçadas e o equilíbrio do caiaque V-3 para atletas de até 65 quilos. As condições naturais da orla de Santarém facilitam a vida do jovem atleta.

Segundo o técnico Jackson Miranda a correnteza, os ventos e as ondas de até trinta centímetros ajudam o condicionamento físico. “A natureza é nossa maior aliada”, comenta o treinador, que nos últimos sete anos, tempo que Hericles está competindo na canoagem, vem se especializando e acompanhando a carreira esportiva do irmão, incluindo cursos técnicos pela Confederação Brasileira de Canoagem.

Frio - O maior inimigo de Hericles nas competições fora do Pará é o frio. Na última prova em Londrina, no Paraná, a temperatura estava negativa. Além disso, as provas ocorrem em lagos artificiais; o que segundo o técnico, pode influenciar no resultado final de Hericles. 

Em Santarém, a temperatura média beira a casa dos 30 graus. Por enquanto, as águas do rio Tapajós ainda estão altas e coladas ao assoalho das casas de madeira. “Essa área toda vai virar a praia do Maracanã quando as águas baixarem”, conta a mãe de Hericles, Lilian Miranda, uma mulher totalmente dedicada ao funcionamento da escolinha da canoagem e à carreira do filho, que está bem perto de conseguir vaga na seleção brasileira e assim poder chegar à disputa das Olimpíadas Rio 2016.

Além dos desafios naturais, Hericles ainda enfrenta a dureza das provas contra atletas de alto rendimento e que também não querem ficar de fora da Rio 2016. “Ainda não sabemos os nomes dos nossos adversários, mas estamos nos preparando para obter os melhores resultados para o índice olímpico”, avalia o técnico Jackson Miranda. Os treinamentos seguem diariamente no rio Tapajós.

Cotado – O atleta Hericles Miranda é um dos nomes mais cotados para obter a vaga. A evolução do garoto é nítida. Ele saiu do 7º lugar em 2014 para 3º em 2015. Ele também recebeu elogios do representante da CBC, Heros Ferreira, que esteve em Santarém participando de um evento esportivo realizado de 19 a 23 deste mês.

No próximo embate do dia 27 de agosto, Hericles terá nova chance de reduzir o tempo de 36 segundos e ficar com a vaga na Seleção Brasileira. A família e as crianças da escolinha de canoagem estão na torcida.  O sucesso de Hericles na prova certamente será um forte motivo e exemplo para os pequenos remadores de caiaques, que todos os dias embelezam e dão colorido especial nas águas do rio Tapajós. 

Selma Amaral
Secretaria de Estado de Esporte e Lazer
Fotos: Antônio Silva
Agência Pará