Atleta do Bolsa Talento se destaca no jiu-jitsu nacional e internacional

O paraense Max Danrley, de 20 anos, voltou do Sudeste com mais três medalhas em competições nacionais de Jiu-Jitsu disputadas em novembro. Ele é atleta do Bolsa Talento, programa da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer que estimula a prática esportiva de alto rendimento. Max Danrley foi medalha de bronze da categoria peso pena (até 70 kg), no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu disputado em São Paulo e conquistou medalha de prata na categoria peso pena (até 70kg) e a de bronze na categoria Absoluto no campeonato BJJ Pro, disputado no Rio de Janeiro.

Max Danrley possui experiência altamente positiva no circuito nacional de internacional de jiu-jitsu. Ele compete desde 2009 e já conquistou sete medalhas de ouro em campeonatos brasileiros da Confederação de Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ) nas categorias GI (com quimono) e NO GI (sem quimono). O paraense também já disputou três campeonatos mundiais e conquistou três medalhas de ouro nas edições de 2012, 2014 e 2015.

Agora, Max Danrley se prepara para disputar a pré-seletiva final para a edição 2017 do campeonato internacional Abu Dhabi World Professional Jiu Jitsu Championship. A seletiva para um dos principais torneios do circuito mundial de jiu-jitsu e que é disputado nos Emirados Árabes ser será realizada nos dias 11 e 12 de fevereiro em Manaus. Antes, ele planeja participar do Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu, que será no dia 20 de janeiro.

O lutador faixa marrom afirma que o suporte financeiro do Bolsa Talento é fundamental para a sua carreira esportiva: “Antes do Bolsa eu não conseguia sair do Estado para competir nesses campeonatos fora de Belém. Hoje já consigo com a ajuda do Bolsa. Então, para mim está sendo fundamental.”