Pará é escolhido como Centro de Treinamento Olímpico e Paraolímpico para a Rio 2016

 

A comitiva paraense formada pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e a Comissão de Esporte e Turismo da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) esteve no inicio deste mês na sede do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), no Rio de Janeiro, e o encontro trouxe e rendeu boas notícias para o Estado. Durante o encontro e após longo processo de seleção, o Pará foi escolhido como uma das 164 instalações de treinamento pré-jogos, que irão receber as delegações olímpicas e paraolímpicas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

O Pará será representado com o Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), no bairro do Bengui, o Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), no bairro da Pratinha, e Complexo Aquático Estadual da Universidade do Estado do Pará (Uepa), na avenida João Paulo II, no Marco.

Na reunião, o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, demonstrou satisfação em receber representantes do Pará. “Conhecemos a paixão do povo paraense pelo esporte, que já deu várias demonstrações garantindo recordes de público, em competições de atletismo”, afirmou. Também participaram do encontro a diretora do Estádio Olímpico do Pará, Cláudia Moura, os deputados estaduais, Celso Sabino (PSDB), Chamon (PMDB), Dirceu Ten Caten (PT), Olival Marques (PSC) e Luiz Sefer do (PP).

A candidatura do Pará foi defendida pela titular da Seel, Renilce Nicodemos, que comemorou a escolha do estádio Mangueirão como um dos centros de treinamento, uma vez que a Seel já vinha trabalhando para garantir a escolha do complexo. “Já estamos trabalhando para acelerar as obras de reforma e adequação do Estádio Olímpico, para recebermos os atletas olímpicos com toda a infraestrutura necessária”, ressaltou a secretária.

A pouco mais de um ano para a realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Belém servirá como centro de treinamento de uma das maiores competições do esporte mundial, o que fomentará não só o esporte no estado, mas também o turismo na região Norte, por meio da parceria entre Governo do Estado do Pará e o COB.

No total, serão 42 modalidades, que vão reunir, entre 5 e 21 de agosto do ano que vem, mais de 10,5 mil atletas de 205 países no Rio de Janeiro. Em reunião na sede do COB, com o presidente do comitê, Carlos Nuzman, foi encaminhada a proposta do Estado de receber delegações de atletas olímpicos para treinamentos antes dos Jogos.

Segundo Renilce Nicodemos, o Pará dispõe de bons centros de treinamento. "Diversas modalidades podem vir treinar no Estado, pois temos toda a infraestrutura necessária”, disse ela sobre a audiência com o presidente do COB, que também teve a presença do diretor executivo de Esportes do Comitê Rio 2016, Agberto Guimarães, que é paraense, e da gerente geral de Educação do Comitê Rio 2016, Mariana Andrade.

Além da atração de delegações olímpicas, o grupo tratou da articulação de cursos e treinamentos voltados para professores de Educação Física e alunos da rede estadual de ensino. Esse tipo de ação pode ser viabilizado em parceria entre o COB e o governo do Estado.

 

Texto: Patrícia Medeiros e Dedé Mesquita - Ascom/ Seel

Fotos: Carlos Sodré e Rodolfo Oliveira - Agência Pará

Tags: