Institucional

A Seel
A Secretaria de Esporte e Lazer foi criada pela lei 6.215, de 28 de abril de 1999, tendo a redação alterada pela lei 6.879, de 29 de junho de 2006.

A Seel é um órgão da administração direta do Estado do Pará e tem por finalidade institucional a formulação e a gestão das políticas e do Plano Estadual de Esporte e Lazer.

Missão
Promover e estimular a prática esportiva de modo a possibilitar a melhoria da qualidade de vida da população

Funções Básicas da secretaria
1-     Fomentar o hábito da prática esportiva através da massificação do esporte;
2-     Elaborar ações esportivas que favoreçam a integração social do cidadão;
3-     Assegurar o atendimento aos portadores de necessidades especiais, através de programas e projetos concernentes as suas atividades;
4-     Desenvolver o associativismo esportivo e a parceria com as entidades públicas e não governamentais;
5-     Implementar as políticas públicas que estimulem a prática do esporte e lazer;
6-     Fornecer apoio ao atleta em formação, no âmbito do esporte educacional e de rendimento, de modo a possibilitar o seu ingresso no esportivo federativo;
7-     Elaborar estudos e projetos de pesquisa, documentação e informação do esporte e lazer;

Do quadro de pessoal
O regime jurídico dos servidores da Seel é o da Lei 5.810, de 24 de janeiro de 1994.

Da Organização
A Seel possui as diretorias de Finanças, de Eventos, e de Técnico em Gestão Esportiva, além do gabinete geral onde são concentradas as ações de agenda da secretária e o fluxograma de documentos oficiais.

 

Programas e Projetos

Jogos Abertos do Pará
O projeto foi criado em 2005 e configura como uma ação inédita de incentivo à política de esporte e lazer e também de municipalização. Por meio dos Jogos Abertos, a Seel potencializa suas ações em praticamente todos os 144 municípios paraenses realizando sete fases e a grande final em Belém do Pará. Os Jogos Abertos foram idealizados pelos professores Lúcio Antônio Hackenhaar e Raimundo Herman Tavares Ampuero, igualando o Pará aos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Santa Catarina, que mantêm forte tradição na realização da competição em mais de quatro décadas.

Atualmente, os Jogos Abertos do Pará são coordenados pela Diretoria Técnica da Seel e envolvem as modalidades de Basquete, handebol, futsal, voleibol, tênis de mesa e futebol de areia. Na edição de 2015, a competição reuniu mais de quatro mil participantes entre atletas e dirigentes esportivos.

 

Vida Ativa na Terceira Idade
O projeto Vida Ativa na Terceira Idade foi criado especialmente para atender as pessoas com idade acima de 50 anos. Suas ações estão baseadas na lei 8.842, que regulamenta a política nacional do Idoso, e no Estatuto Nacional do Idoso, criado em 2001.

O principal objetivo do projeto Vida Ativa é valorizar a inserção da pessoa idosa na sociedade, por meio de práticas esportivas como caminhada orientada, ginástica, hidroginástica, natação, dança, e atividades de memorização, além de passeios e festas como o Baile de Carnaval que reúne mais de cinco mil pessoas de mais de quarenta associações que comungam do mesmo ideal de valorização do cidadão paraense incentivado pela Seel.

O projeto atende quase duas mil pessoas em Belém e Região Metropolitana e na cidade de Ponta de Pedras, na ilha de Marajó.

 

Programa Bolsa Talento
O programa Bolsa Talento é voltado ao esporte de rendimento das modalidades olímpicas e paralímpicas. Atualmente o programa é regido pela Lei 7.119, de 31 de março de 2008, que estabeleceu critérios técnicos para obtenção da bolsa, além de estimular a gestão esportiva entre as federações responsáveis pelas indicações dos contemplados. Até o ano de 2015, a Seel contabilizou o pagamento para 186 atletas.

 

Em estudo de viabilidade técnica
Pará Aquático – de remo, vela e canoagem;
Paradesporto – de inclusão social voltado a paratletas;
Novos Talentos – destinado a atletas de até 17 anos com potencial para modalidade de alto rendimento;

 

Projetos de Identidade Cultural
Jogos Tradicionais Indígenas do Pará
Jogos de Identidade Cultural do Marajó
Jogos Quilombolas

 

Projetos Em Parcerias
Surf Na Pororoca
GP Brasil Caixa De Atletismo
Corrida Da OAB/Pará
Corrida Do Círio
Corrida E Caminhada Contra O Câncer
Diversas Ações No Interior Do Estado
Apoio e Viagens Para Atletas Em Campeonatos Pelo Brasil
Apoio Em Projetos Da Fundação Pro Paz, Centro Norte De Ginástica, Projeto Dorinha de Artes Marciais
Prefeituras e Associações Diversas
Apoio Para Campeonatos De Futebol Amador Em Mais De 50 Bairros De Belém E Interior Do Estado
Apoio Ao Campeonato Paraense De Futebol Profissional
Etc

 

Mangueirão
É também de responsabilidade da Seel a gestão do Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão. O estádio foi inaugurado em 1978 e depois reinaugurado em maio de 2002. O Mangueirão é uma das mais belas obras da arquitetura e engenharia da capital paraense e possui capacidade para 45.007. Recentemente, o Mangueirão foi classificado pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Estádios (Sisbrace) como uma das melhores praças esportivas do Brasil.

 *Maiores informações - lei 6.215, de 28 e abril de 1999.