Vencedores da Belém Night Run são bolsistas da Seel

A primeira corrida noturna na capital paraense, que contou com cerca de 1.500 participantes apaixonados por esta modalidade do atletismo que vem caindo nas graças de quem busca uma atividade física regular, foi embalada por muita música e descontração de gente saudável que esteve na Belém Night Run, no último sábado (29), no Portal da Amazônia. O evento contou com a presença de diversos organizadores e autoridades, entre eles Vitor Miranda, secretário de Estado de Esporte e Lazer – Seel.

Os vencedores da corrida de nove quilômetros que iniciou às 19h30 na orla do Portal da Amazônia, percorrendo os principais pontos históricos do bairro da Cidade Velha, são atletas profissionais paraenses tanto da categoria masculino quanto da feminina. Trata-se de Rosivaldo Moreira da Silva de 35 anos, que foi o primeiro corredor a passar no pórtico de chegada, em 28 minutos de corrida. O atleta disputa provas do atletismo pela cidade de Bragança.

A primeira mulher a cruzar a linha de chegada foi Elivani Oliveira dos Santos, 33, que completou a prova em 33 minutos. Os dois atletas são bolsistas do Programa Bolsa Talento, mantido pela Secretaria de Esporte e Lazer (Seel). Os dois segundos colocados atendem pelo nome de Fabiano Gomes dos Santos de 36 anos que chegou em 28 minutos e 48 segundos, e Edna Maria de Oliveira Silva de 34, com 33min27seg. No terceiro lugar ficaram Manoel Gonçalves Oliveira de 43, com 29min10seg, e Oane Nazaré Pantoja Lemos de 39, com 38:26 min.

Anatolio Thiers, responsável pelo evento, ressalta que objetivo da Belém Night Run é difundir na comunidade a pratica da atividade física e favorecer o intercambio cultural e esportivo. Anatolio garante que a Belém Night Run ficará incorporada ao calendário esportivo de Belém. “Já estamos acertando os detalhes e negociando com patrocinadores a prova do ano que vem", avisou. Thiers acredita que a corrida noturna veio para ficar entre os paraenses e nada disso teria sido realizado da  melhor forma possível sem o apoio de grandes empresas e do poder público.

A corrida foi disputada por atletas profissionais, amadores e simpatizantes das atividades físicas, que traz inúmeros benefícios à saúde e a quem procura adotar um estilo de vida saudável. Entre os paraenses, paulistas, cearenses, colombianos e cubanos, a partir de 18 anos, disputaram 3,5 mil em premiação distribuídos nos três primeiros colocados nas categorias masculino e feminino, recebendo também medalhas da corrida, que incluíram os cadeirantes. A corrida contou, ainda, com a participação de pelotões de atletas das forças armadas (Exército, Marinha e Aeronaútica). Por ser disputada no período noturno, este tipo de prova proporciona aos atletas, sejam eles profissionais ou amadores, um clima mais ameno para a prática do esporte.

“Estamos participando do evento em dois lados: um pelo patrocínio e outro com atletas apoiados pela Seel que ainda venceram as provas”, brincou o secretário Vitor Miranda. “Com a grande quantidade de público, não podemos deixar de apoiar a corrida que faz parte das atividades físicas do paraense. É só observar em nossas praças o costume da nossa cidade”, comentou.

Liandro Brito - Ascom/Seel