Seel promove o sexto Baile das Flores

A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) fez, na noite de quinta-feira (31), na Assembleia Paraense, a sexta edição do Baile das Flores, uma festa de debutantes para mulheres acima de 60 anos. O evento faz parte das atividades do projeto Vida Ativa na Terceira Idade, que visa melhorar a qualidade de vida e aumentar o grupo social dos idosos, com atividades como hidroginástica, ginástica, dança, xadrez, memorização, caminhada, vôlei e alongamento. Veja as fotos, clique aqui!

A coordenadora do projeto, Karina Prado, disse que o baile é uma maneira de resgatar a memória e oportunizar uma festa aos moldes do baile de 15 anos. “Muitas senhoras não tiveram a festa de 15 anos e essa é a oportunidade de passarem por essa experiência. Eu me sinto muito feliz e realizada por participar desse momento mágico na vida delas”, disse.

Vestidas com trajes de gala e com direito à valsa com os cadetes da Marinha do Brasil, 47 senhoras protagonizaram um debute animado. Entre elas estava Raimunda da Silva, 65 anos, que pratica hidroginástica e alongamento nos polos do Mangueirão e Clube dos Advogados do Pará, e pela segunda vez participou do baile.

“Não tive festa de 15 anos e isso era um sonho na minha vida. Debutei com 60 anos, mas o vestido não era o que eu queria. Hoje estou realizando o sonho completo, com tudo o que planejei. Essa festa é o meu sonho concretizado, o meu e de muitas outras amigas que estão aqui”, afirmou.

Consuelo Ribeiro Bahia, 84 anos, que pratica hidroginástica no polo da Associação dos Servidores das Assembleia Legislativa (Asalp), era a debutante mais velha e uma das mais entusiasmadas. Para ela, o Baile das Flores é uma forma de comemorar a vida com saúde. “Desde que entrei no projeto e passei a me exercitar, fiquei mais disposta para tudo. Gosto muito de dançar e acho ótimo o baile porque a gente comemora essa fase da nossa vida dançando”, frisou.

O secretário de Estado de Esporte e Lazer, Marcos Eiró, parabenizou as debutantes e destacou o compromisso do governo do Estado na promoção do esporte e da qualidade de vida. “Com o projeto Vida Ativa, estamos cumprindo mais uma missão do governo, porque o programa visa fomentar a longevidade com a prática esportiva. Desta forma levantamos a autoestima e promovemos o relacionamento interpessoal da terceira idade”, asseverou.

O projeto Vida Ativa na Terceira Idade é executado pela Seel em sete polos de atendimento que funcionam  na Asalp, Clube do Remo, Mangueirão, Icoaraci, Hospital Abelardo Santos, Clube dos Advogados e Tuna Luso-Brasileira. Além das atividades desenvolvidas, os alunos também participam de ações culturais, sociais e recreativas, como passeios, festas e jogos. Desta forma, o projeto garante a valorização, bem-estar e qualidade de vida do idoso. Para participar do projeto, basta procurar um dos polos ou entrar em contato com a Seel pelo telefone (91) 3201-2323.

Dani Filgueiras - Secom