Seel faz o lançamento dos IV Jogos Tradicionais Indígenas em Marudá

 

 A cidade de Marudá, distrito de Marapanim, vai sediar de 4 a 10 de setembro deste ano a quarta edição dos Jogos Tradicionais Indígenas do Pará. O lançamento oficial do evento, feito na noite do último sábado, 16, em Marudá, marca a retomada de uma programação que visa difundir não apenas as práticas esportivas desses povos, mas a tradição e a cultura indígena paraense.

A cerimônia foi aberta com um vídeo que mostrou as três edições do Jogos Tradicionais já realizadas no Pará - a primeira vez em Tucuruí, em 2004; a segunda em Altamira, em 2005, e a terceira em Conceição do Araguaia, na praia da Gaivota, em 2006. Uma versão dos Jogos, feita em caráter nacional, foi realizada há 14 anos, na praia do Crispim, também em Marapanim.

Os Jogos Tradicionais Indígenas do Pará são uma promoção do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e parceria com o Comitê Intertribal Indígena, com apoio da Paratur, Setur, Prodepa e patrocínio de Caixa Econômica e Celpa.

O secretário de Estado de Promoção Social, Alex Fiuza de Melo, destacou a importância do evento. "Tenho a honra de fazer o lançamento destes Jogos. Esse é um evento de muitas nuances que precisam ser percebidas. Aqui teremos não apenas a valorização da cultura e do esporte de nossos irmãos indígenas, mas um importante incremento na área do turismo e na geração de renda para os moradores de Marudá", avaliou.

"Desenvolver e mostrar como o esporte se desenvolve entre os indígenas é uma das missões do Comitê Intertribal Indígena", explicou Marcos Terena, o representante dos povos indígenas brasileiros junto à Organização das Nações Unidas (ONU) e integrante da entidade. "O que vamos ver aqui são tradições que se renovam a cada edição dos Jogos, como esta aqui. Ressaltamos que o caráter não é competitivo e, sim, de celebração. Aqui veremos a força e a garra de cada etnia", disse Terena.

O princípio da celebração está presente na forma como os indígenas serão premiados nos Jogos. Todos os atletas receberão a mesma medalha, sem distinção de primeiro, segundo ou terceiro lugar. O mesmo vale para os troféus, iguais para todas as etnias, e que foram apresentados ao público durante o lançamento oficial dos Jogos Tradicionais.

Terena também lembrou os presentes que o caráter de congraçamento dos Jogos continua com as duas etnias convidadas: os Xerente, do Mato Grosso, e os Pataxó, da Bahia, que não participam das disputas. Os primeiros são os campeões brasileiros do futebol indígena e, por isso, farão um jogo amistoso com uma equipe de futebol de Marapanim. Já os Pataxó farão demonstrações de suas danças e rituais, como os que eles mostraram à Seleção Alemã de futebol durante a preparação dos jogadores para a Copa do Mundo 2014.

Preparativos - Na manhã de sábado, 16, houve uma reunião entre assessores da Seel e Carlos Terena, responsável pelo regulamento dos Jogos, onde muitos detalhes foram acertados. Foram definidos, por exemplo, os tempos para a disputas de futebol. O feminino terá tempo de 15 minutos e o masculino, 20, sendo que na final de futebol, os tempos ganham mais cinco e dez minutos, respectivamente.

O tempo da corrida de fundo será de cinco mil metros, percorridos pelas ruas de Marudá. Os instrumentos para o arremesso de lança foram exibidos e avaliados pelos irmãos Terena, que deram opiniões e sugeriram as mudanças a serem feitas.

Ainda na manhã de sábado, Carlos Terena conheceu os campos de futebol da cidade, onde os jogos de futebol serão realizados. As finais masculina e a feminina serão no Estádio Municipal de Marapanim. Outro local visitado foi a localidade de Vista Alegre, onde serão realizadas as provas dos esportes aquáticos de natação e de canoagem. As disputas de canoagem terão a participação da ONG paraense Argonautas, que já organiza esse tipo de provas em todo o Pará e em outros Estados.

As ocas para hospedagem dos cerca de 600 indígenas de 13 etnias paraenses e das duas convidadas já estão prontas. Elas foram construídas em um sítio localizado entre Marapanim e Marudá, escolhido propositadamente para que eles fiquem mais à vontade e mais próximos das condições em que vivem normalmente. Já a área de convivência, com três ocas maiores, fica na praia da orla de Marudá. As obras continuam em ritmo acelerado.

Credenciamento - A partir desta segunda-feira, 18, repórteres, fotógrafos e estudantes do último ano de Comunicação Social já podem acessar o site dos IV Jogos Tradicionais Indígenas para fazer seu credenciamento para a cobertura jornalística do evento. O procedimento é necessário a todos e será feito até o dia 2 de setembro. O endereço é www.seel.pa.gov.br/jogosindigenas, link "imprensa". Outras informações podem ser obtidas pele telefone (91) 3201-2322.

Dedé Mesquita - Ascom/ Seel

Fotos: Ray Nonato