Quase 40 mil torcedores assistiram à final da Série C no "Mangueirão"

Um público de quase 40 mil pessoas esteve no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, assistindo à partida que decidiu a Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol 2014, entre os times do Paysandu, do Pará, e do Macaé Esporte Clube, do Rio de Janeiro, na tarde do último sábado (22). O jogo terminou empatado em 3 x 3, resultado que deu o título de campeão ao Macaé. O time paraense já havia conquistado o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro no dia 25 de outubro, mas disputava o título da Série C, jogando apenas pelo empate em 0 x. O Paysandu fez o primeiro gol logo no início da partida, e o Macaé empatou aos 43 minutos do primeiro tempo. O segundo tempo teve mais quatro gol, e o jogo terminou em 3 x 3.

A decisão da Série C ocorreu dentro da normalidade, sem nenhuma situação de maior relevância registrada pelas equipes de segurança. A tranqüilidade dos torcedores foi garantida por 800 integrantes da Polícia Militar (foto abaixo) e 100 da Guarda Municipal de Belém. O trânsito foi monitorado por 20 agentes de Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e equipes da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) garantiram os atendimentos necessários, assim como homens do Corpo de Bombeiros, que precisaram atender pessoas que passaram mal devido ao calor intenso.

A partida despertou o interesse da imprensa nacional. Equipes de televisão e rádio do Pará e de outros Estadoa acompanharam o jogo. Duas rádios de Macaé estiveram no Mangueirão, assim como a TV Brasil, de São Paulo, e o canal de esporte da TV fechada SporTV. Muitas rádios do interior do Pará e duas de Macapá (AP) também fizeram a cobertura jornalística da partida, ao lado de todas as rádios e emissoras de televisão da Região Metropolitana de Belém.

Emoção - A torcida do Paysandu foi responsável por momentos de emoção. Antes da partida, os torcedores fizeram um painel escrito “Payxão”, com placas azuis e brancas na arquibancada do lado B do Mangueirão. Na hora do Hino Nacional Brasileiro, todos os torcedores cantaram juntos e bateram palmas.

Os jogadores do Macaé fizeram questão de destacar o entusiamo da torcida do "Papão". “O Paysandu está de parabéns pela torcida que tem. Quem dera todos os clubes fossem como ele, com uma torcida como esta, que veio em peso e apoiou o tempo todo. O Macaé é um time que tem pouca torcida, e hoje a gente viu o quanto faz falta uma torcida tão grande assim”, disse o capitão do Macaé, Diego Corrêa.

Os torcedores do Paysandu reconheceram a conquista do Macaé. Quando os jogadores do time carioca se dirigiram ao pódio para receber as medalhas e o troféu de campeões, a torcida alviazul aplaudiu o esforço e o mérito dos adversários. Após a festa no pódio, os jogadores e torcedores do Macaé – que chegaram atrasados ao Mangueirão devido ao grande engarrafamento que se formou no entorno do estádio – se dirigiram ao centro do gramado, se ajoelharam e fizeram uma oração de mãos dadas.

 

Texto: Dedé Mesquita - Ascom Seel

Fotos: Sidney Oliveira - Agência Pará de Notícias