Projetos Pará Aquático e Vida Ativa na Terceira Idade da Seel chegam a Ponta de Pedras

  

 

Nos últimos dias 30 de abril e 1 de maio, durante a inauguração do polo de Pontas de Pedras do programa Pará Aquático, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) entregou dez kits de canoagem para cidade, contendo dez caiaques-escola, remos e coletes salva-vidas.

Em seguida, aulas de canoagem foram ministradas no rio Marajó-Açu, que banha o município. A capacitação de gestão do polo também ficará a cargo da Seel, que fará um planejamento da função do projeto respeitando as particularidades da região e habilitará os responsáveis pela execução do projeto no município.

Ponta de Pedras é a segunda cidade do arquipélago do Marajó a receber o projeto -Portel foi a primeira, este ano, no início de abril. A meta do Pará Aquático é atender cerca de 200 alunos moradores da região. Durante o evento será ministrado um curso de capacitação de gestão pelos técnicos da Diretoria Técnica de Esporte e Laser (DTEL) da Seel para a equipe de moradores que ficará responsável pelo projeto em Ponta de Pedras.

As cidades que recebem o projeto tem como característica em comum a tradição de utilizar os rios como via de transporte ou ainda por questão econômica ou social, o que facilita a prática da canoagem.

border:none windowtext 1.0pt;padding:0cm;">Márcia Correa, que faz parte da equipe de coordenação do Pará Aquático, reforça a importância do projeto para a região das ilhas, cuja população mantém uma forte relação com os rios, em especial com a utilização da canoa. Além de incentivar a prática do esporte, o projeto ajuda a descobrir jovens talentos que poderão representar o estado na canoagem. “O projeto tira o jovem da ociosidade, incluindo-o socialmente por meio do esporte”, ressaltou.

border:none windowtext 1.0pt;padding:0cm;">O secretário de Esporte e Lazer de Ponta de Pedras, João Luiz Andrade, ressalta o caráter integrador do projeto no próprio município. “Eu vejo o projeto como um grande instrumento de socialização, pois envolve cerca de 200 jovens e prevê a capacitação das pessoas que vão cuidar do projeto. Assim, todos teremos a oportunidade de aprender e expandir a prática da canoagem junto à população”, reforçou.

O gerente de eventos da Seel, Marcelo Gonçalves, que coordena o projeto nos municípios, está otimista com os resultados que o projeto pode trazer. “Esse projeto funciona como uma escolinha. Os professores são capacitados, com prática e teoria, para o repasse das técnicas aos alunos. E ninguém vai pra a água sem receber capacitação”, afirma.

border:none windowtext 1.0pt;padding:0cm;">Além de sediar mais um polo do Pará Aquático, Ponta de Pedras também recebeu as ações de interiorização do programa Vida Ativa na Terceira Idade, sendo o primeiro município contar com essa ação, que inclui a oferta de atividades esportivas e de lazer - como alongamentos, caminhadas programadas e orientações de saúde - aos idosos.

border:none windowtext 1.0pt;padding:0cm;">O Pará Aquático é um projeto da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) desenvolvido em parceira com as prefeituras, Federação Paraense de Canoagem e a ONG Argonautas Canoagem.