Projeto Vida Ativa atende mais de 200 idosos no Mangueirão

Mais de 200 idosos foram atendidos em mais uma ação do projeto “Vida Ativa em Ação: Saúde do Idoso”, realizada na manhã deste sábado (20), no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. O projeto, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), firmou parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma), para realizar exames médicos e vacinação contra a gripe. Veja as fotos, clique aqui!

“Cerca de 80% dos idosos cadastrados no programa não possuem plano de saúde. Fizemos essa ação para agilizar a avaliação médica de idosos que querem participar do projeto, para eles conseguirem o laudo médico necessário para se inscrever”, informou Kátia Machado, coordenadora do “Vida Ativa”.

Maria das Graças Cardoso, 62 anos, aproveitou para verificar a pressão arterial e a taxa de glicose, e se consultar com o clínico geral. “Trouxe resultados de exame e está tudo normal. Recebi um atestado médico e agora vou poder me inscrever no programa, para fazer hidroginástica”, disse a aposentada. Ela só lamentou não ter se inscrito antes. “Eu não tinha tempo porque trabalhava muito. Agora nem posso trabalhar por problemas na coluna, e tenho que fazer exercícios”, contou.

Qualidade de vida - O “Vida Ativa” oferece diversas atividades esportivas para idosos acima de 50 anos, como vôlei, ginástica e alongamento, além de aulas de artesanato. “Consideramos a pessoa idosa acima de 60 anos, mas nosso programa já cadastra pessoas acima dos 50 anos, visando oferecer mais longevidade e qualidade de vida”, ressaltou Marcos Eiró, secretário de Estado de Esporte e Lazer.

Para se inscrever no “Vida Ativa” o idoso deve ter acima de 50 anos e levar cópia da Carteira de Identidade, comprovante de residência, duas fotos 3x4 e o atestado médico comprovando que está bem de saúde para exercer atividades físicas a algum dos pontos de atendimento do programa: Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Pará (Asalp), Grêmio Literário e Recreativo Português, sede social do Clube do Remo e Hospital Abelardo Santos.

Liandro Brito - Ascom/Seel