Participantes aprovam infraestrutura do Estado para os Jogos da Juventude

  
Galeria: Estrutura paraense é elogiada pelos participantes dos Jogos Estudantis da Juventude

“A estrutura oferecida no Pará não deixa a desejar a nenhum lugar do mundo”, afirmou Edmilson Guimarães, coordenador geral da Confederação Brasileira de Judô, sobre os ginásios e demais locais de provas colocados à disposição das delegações que disputam os Jogos Escolares da Juventude em Belém, até o próximo dia 16 (sábado).

“Os ginásios oferecidos pelo governo são de boa qualidade. O Hangar é uma maravilha. E Belém é uma cidade muito acolhedora. É uma boa experiência, para os atletas e os técnicos que estão participando dos Jogos”, reiterou Edmilson Guimarães.

Os Jogos Escolares da Juventude, maior evento estudantil do país, tem a organização do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e reúne 13 modalidades, que estão sendo disputadas em diversos espaços da cidade, com total apoio do governo do Pará. No Campus III da Universidade do Estado do Pará (Uepa) estão sendo realizadas as competições de Judô, Natação e Futsal.

A estrutura do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, também está sendo elogiada pelos participantes das competições de Atletismo, realizadas no local. Gilberto Miranda, treinador da delegação do Paraná, aprovou a logística do evento. “Toda a estrutura, desde o transporte ao local de alimentação, está tudo muito bem organizado. Das últimas competições de Jogos Escolares que participei, esta é uma das melhores”, garantiu.

O atleta Vitor Hugo Figueiredo, 17 anos, do colégio Madre Celeste, é um dos estudantes que representam o Pará no Atletismo. Ele disse estar orgulhoso da infraestrutura oferecida no Mangueirão. “Sediar os Jogos é um incentivo a mais para as pessoas que ainda não praticam esporte na escola. Por ser um evento grande, isso desperta a curiosidade e a vontade dos alunos que ainda não praticam nenhuma modalidade. Já participei de vários eventos desde meu início no atletismo, há cinco anos, e é uma grande emoção ver que o Pará está botando uma grande estrutura para todas as modalidades da competição”, declarou Vitor Hugo.

Convivência - No Hangar Convenções e Feiras da Amazônia estão sendo realizadas as competições de Xadrez. O local também abriga o Centro de Convivência, espaço destinado às refeições e ao lazer dos competidores. Para Maximiliano Cassarote, proprietário da empresa paranaense Comida Caseira, que fornece as refeições servidas no Centro de Convivência, a estrutura e o serviço encontrados no Hangar são fundamentais para a qualidade do atendimento aos atletas. “A infraestrutura do Hangar é ótima. O padrão é muito bom, e todo o pessoal que trabalha aqui está sendo maravilhoso com a nossa equipe”, afirmou Maximiliano Cassarote.

Élcio Morão, coordenador geral de Xadrez, também aprova inteiramente o Hangar. “Os Jogos estão muito bem organizados, a estrutura do Hangar é excelente, uma das melhores que eu já vi. O Estado é bem receptivo, e as pessoas estão trabalhando muito para que tudo saia bem. Eu só tenho elogios e agradecimentos pra fazer”, reiterou.

Dani Filgueiras - Ag. Pará/Secom