Paraense vence Sul-americano de Muay Thai Tradicional

O lutador paraense Cleiton Santos, 22 anos, foi o vencedor do Grande Prêmio Sul-americano de Muay Thai Tradicional na categoria até 64 quilos, realizado em Goiânia (GO). "Esse título é o conhecimento de um trabalho árduo e mostra que tenho capacidade de ir ainda mais longe. Mas sem esse apoio da Seel eu não teria condições de chegar onde cheguei e muito menos de representar o Pará no Sul-americano. Foi a primeira vez lutei fora do Estado e fico feliz por poder trazer, de cara, um resultado positivo”, destacou.

Cleiton luta profissionalmente há um ano. A carreira como lutador começou ao acaso, quando foi convidado por amigos para praticar Muay Thay para melhorar o condicionamento físico. “Eu treinava apenas por recreação, mas com o crescimento do esporte vi que era o que queria seguir e acabei levando à sério e colocando na minha cabeça que iria me profissionalizar”, disse, durante visita ao titular da Seel, Vitor Miranda, na manhã desta segunda-feira, 1º, para agradecer o apoio do Governo do Estado e mostrar a medalha que conquistou.

“Se não houvesse esse patrocínio da secretaria com certeza não teríamos conseguido participar da competição e o Pará deixaria não apenas de trazer um titulo para o Estado, como de ter esse reconhecimento no Muay Thai”, disse o treinador Flavio Platilha. O esporte já tem muitos praticantes, amadores e profissionais, no Pará. Um bom termômetro dessa participação é que, em setembro, Belém será a sede do Campeonato Brasileiro de Muay Thay. “Gostaríamos de contar com o apoio da Seel para garantir uma boa estrutura ao evento e a conversa que tivemos com o secretário nesse sentido já está bem avançada. Ele se mostrou disposto a colaborar”, disse o treinador.

Platilha conta que muitos atletas paraenses enfrentam dificuldades para garantir participação em competições realizadas fora do estado. “Com a realização do campeonato em Belém, os atletas da região terão mais oportunidades de mostrar seu potencial e melhores chances de colocar o Pará nas primeiras posições”, disse. Para o secretário Vitor Miranda, desempenhos como o de Cleiton motivam cada vez mais o trabalho da Seel no incentivo aos atletas paraenses. “Vemos o esforço e a dedicação do Cleiton e a medalha que ele trouxe de Goiânia foi conquistada por merecimento e comprova que ele ainda tem muito a mostrar. Da mesma forma, coroa os esforços da Seel em apoiar grandes atletas e elevar o nome de nosso estado país afora”, disse.

Liandro Brito - Ascom/Seel