Paraense disputa título mundial de boxe nesta sexta no Hangar

Nesta sexta-feira (5), em Belém, será conhecido um novo campeão mundial de boxe. Pela primeira vez, o campeonato mundial World Boxing Federation (WBF) ocorre na capital paraense, em um evento internacional, cuja principal luta, das sete a serem disputadas, é entre o paraense Isaac Rodrigues, natural da cidade de Mocajuba, no Baixo Tocantins, e o mexicano José Pinzon. O evento tem apoio do governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e de Comunicação (Secom).

Na manhã de quinta-feira (4), os atletas participaram da tradicional pesagem antes das lutas, que comprova se cada atleta está dentro do peso da categoria. Às 20 horas de sexta-feira, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, ocorre o evento, com a disputa do título mundial, categoria médio, até 72,58 quilos.

Ao todo, são sete lutas: Wellington Carvalho e Jonas Lima (categoria Super Leve, até 63,50 kg); Jackson Furtado e Marcio Eduardo – Binho (Leve, até 61,24 kg); Tadeu Pantoja e Luiz Eduardo (Leve, até 58,97 kg); Jefferson Silva e Cris Ferreira (Leve, até 58,97 kg); Wendell Guedes e Geovane Borges (Super Médio, até 76,36 kg); Eduardo Tercero (México) e Licélio Lúcio (São Paulo-SP) – Super Médio, até 76,36 kg; encerrando-se com Rodrigues contra Pinzon.

Isaac conheceu o boxe durante um campeonato em sua cidade natal. Com 1,78 metro e 72,4 quilos, o atleta treina desde os 12 anos de idade. Hoje, o paraense coleciona 20 vitórias – 16 por nocaute – e somente duas derrotas. Na última luta, em maio deste ano, Isaac venceu por nocaute técnico o mexicano Eduardo Tercero, ficando com o cinturão da categoria Super Médio (até 76,36 quilos) – a segunda vez que ele conquistou o cinturão.

Para a luta de sexta-feira, foram quatro meses de preparação. Nesse tempo, Isaac teve de baixar o peso de 89 quilos para os 72 atuais, com alguns sacrifícios. “O treinamento foi intenso, assim como entrar em dieta e assim conseguir esse peso. Por isso, o que quero mesmo, depois da luta, é comer mapará e tomar açaí, como um bom filho da Cametá”, disse Isaac. O atleta disse que a preparação foi forte, e que acredita que está bem preparado para a luta.

Torcida – Muitos aplausos e gritos de incentivo acompanharam a apresentação de Isaac. Os atletas foram orientados sobre como se posicionar para as câmeras dos fotógrafos e cinegrafistas por quem entende bem do assunto, o pugilista baiano e tetracampeão mundial em duas categorias de boxe Acelino “Popó” Freitas, que está em Belém acompanhando a preparação dos atletas e participando da organização do evento. O ex-atleta hoje é deputado federal pelo Estado da Bahia.

Popó está muito confiante na vitória de Isaac Rodrigues. “O Pará e a Bahia têm essa grande tradição no boxe. Os dois ficam se revezando como campeões e vices brasileiros, e isso é muito importante, mas o que me deixa mais feliz é ver o boxe como um mecanismo de inclusão social. Por isso, a conquista de um campeonato mundial é tão importante. Os garotos, mesmo os de origem mais humilde, ou até quem pode estar em situação de risco social, veem um campeão diante deles e passam a acreditar que é possível ser um vencedor”, avaliou o ex-pugilista.

Sobre o avanço do MMA sobre o boxe, Popó é enfático. “Não existiria MMA se não fosse o boxe. Tudo começa nesse esporte. Fico contente com as recentes conquistas dessa categoria, por termos campeões mundiais nela, mas está mais do que na hora de termos um novo campeão mundial de boxe que seja brasileiro. E com o Isaac, acredito que estamos bem perto dessa conquista”, frisou.

O treinador de Isaac é o também paraense Ulysses Pereira, o mesmo que ajudou Popó nas conquistas dele. “Estamos com uma boa estratégia de combate para a luta de sexta-feira. Avaliamos as três últimas lutas de Pinzon várias vezes, e estabelecemos a nossa estratégia. Sabemos que a envergadura dele é uma das melhores atualmente no boxe internacional, e dedicamos muita atenção a esse detalhe, principalmente, na questão dos avanços e recuos do Isaac durante a luta”, disse Ulysses.

O Pará há muito se destaca no cenário esportivo nacional e internacional de boxe. O Estado já recebeu grandes eventos desse esporte, como em 2002 a 2004, com os campeonatos brasileiros de seleções.

Serviço: Disputa do título mundial dos Médios entre Isaac Rodrigues e José Pinzon. Sexta-feira (5), às 20h, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia. Ingressos: R$ 30 (cadeira) e R$ 60 Ring Side (que fica no entorno do ringue). Informações: (91) 3239-7766.

 

Texto: Dedé Mesquita - Ascom Seel

Fotos: Sidney Oliveira - Agência Parã de Notícias