Pará terá representante paralímpico na Corrida de São Silvestre

Com apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), o atleta paralímpico Bruno da Costa Palheta, 21 anos, portador de deficiência visual, representará o Pará na 88ª Corrida Internacional de São Silvestre, que acontecerá no dia 31 de dezembro, na cidade de São Paulo (SP). A corrida está prevista para começar às 9h para os deficientes visuais masculinos e seus guias, que irão correr os 15 km até a conclusão da prova. A Seel garantirá passagem aérea, hospedagem e alimentação para o atleta e seu guia.

Em 2011, Bruno participou da corrida e conseguiu ganhar experiência suficiente para aumentar suas expectativas neste ano. O paraense está se preparando há bastante tempo e sua recompensa tem sido conseguir bons resultados em diversas provas, como o primeiro lugar na Corrida do Círio deste ano.

Para o treinador e guia de Bruno, Raimundo Vales Lobo, 46 anos, o atleta está preparado para manter o alto nível de competitividade contra seus adversários. “Nós treinamos três vezes por semana e, nos finais de semana, fazemos corridas em períodos longos; queremos chegar, pelo menos, em terceiro lugar na São Silvestre”, diz.

Antes da viagem, o atleta participará da Meia Maratona do Sesc, no dia 2 de dezembro, em Belém, sendo considerado um dos favoritos por já ter disputado a prova no ano passado e conseguido a 5ª colocação.

Bruno começou a disputar competições de “corridas de rua” em agosto de 2011, mas seu treinador já possui experiência de mais de 20 anos. Bruno é o sexto atleta deficiente treinado por Raimundo ao longo da carreira.

Ascom Seel