Público de quase 30 mil pessoas faz festa para o atletismo em Belém

 Foto: Como sempre a torcida paraense mostrou entusiasmo e alegria nas arquibancadas.

(Francilis Enes)

Cerca de 30 mil pessoas estiveram nas dependências do Estádio Olímpico do Pará, Mangueirão, neste domingo (6) para prestigiar a 11ª edição do Grande Prêmio Internacional Caixa Governo do Pará de Atletismo, neste domingo, 6. Realizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) com apoio do Governo do Pará por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e patrocínio da Caixa Econômica Federal, o evento atraiu, sobretudo, famílias e crianças, que deram um verdadeiro show de alegria nas arquibancadas do estádio, incentivando a todo momento os atletas na pista.  

Andreia Nascimento, 37 anos, assistiu ao GP pela segunda vez. Ela foi com a família torcer pelos atletas brasileiros e, em especial, por Maurren Maggi. “É sempre um ótimo programa, principalmente para as famílias, pois é tranquilo, sem transtornos. Ano que vem, se Deus quiser, estarei mais uma vez aqui no Mangueirão”, afirmou Andreia, sem esconder a felicidade ao ver seu ídolo conquistar a medalha de ouro no salto em distância.

Maurren foi a atleta que mais chamou a atenção do público. Tanto que o momento de maior ápice da competição foi quando a atleta, campeã olímpica de salto em distância, nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, preparou-se para começar sua série de três tentativas. Neste momento, a torcida paraense, principalmente as crianças foram ao delírio. Quando Maurren se dirigiu às arquibancadas para pedir incentivo, o público fez um barulho ensurdecedor reverenciando a musa do atletismo brasileiro.

A voz Matheus Gomes, de 10 anos, fez parte deste coro. Ele assistia ao Grand Prix e entrava com a família no Estádio Olímpico do Pará pela primeira vez. “É um máximo o Mangueirão, gostei muito de vim aqui”, disse o garoto, que assistiu ao GP com o pai, a mãe e o irmão. Todos estavam uniformizados com camisas, bonés e balões que foram distribuídos ao público pela Caixa Econômica Federal.   

Sorteio – O momento mais esperados pelos expectadores ficou para o final, com o sorteio do carro 0 km. Para sortear quem levaria o automóvel para casa, uma urna foi colocada no centro do gramado do Estádio Olímpico. O suspense só teve fim quando o número do paraense Antônio do Nascimento Neto, morador de Mãe do Rio, município do nordeste paraense, foi anunciado.

  Foto: Antônio do Nascimento Neto foi o sortudo do GP de 2012. (Francilis Enes)

O contemplado recebeu das mãos do secretário Marcos Eiró a chave do seu novo carro.  “Estou muito feliz, sou abençoado por Deus neste momento por ter esta conquista. Agora alguém precisa vir buscar meu carro novo, pois ainda não tenho carteira de motorista.”, declarou Antônio, em meio à euforia pelo prêmio recebido.

Eiró avaliou positivamente a volta da realização do GP em Belém. “Deixa um legado enorme para o Pará, tanto para o turismo, quanto para o desenvolvimento econômico de forma geral”, afirmou o secretário, lembrando que a pista do Estádio Olímpico do Pará já é Centro de Treinamento das Olimpíadas de 2016, sendo aprovada pelos comitês olímpicos brasileiro e internacional.

A segurança também garantiu a tranquilidade do público circulante, de 28.583 mil pessoas, até o final da manhã. Mais de 400 homens foram mobilizados para compor o esquema, entre eles policiais civis e militares, do Corpo de Bombeiros, e agentes do Departamento Estadual de Trânsito. O evento também contou com o apoio da Prefeitura de Belém por intermédio da Companhia de Transportes (CTBel), Guarda Municipal, Coordenadoria de Ordem Pública de Belém (Ceop), Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Secretaria Municipal de Economia (Secom). 

Bernardo Tommaso - Ascom/SEEL