Obras do ginásio poliesportivo entram na fase de conclusão

Após um ano e dois meses do início das obras, o Ginásio Poliesportivo do Estádio Olímpico do Pará - um investimento de R$ 94 milhões -, deverá ser inaugurado em agosto deste ano. Toda a estrutura física já foi concluída, como a colocação da cobertura. Agora estão sendo instaladas as redes elétrica e hidráulica. As próximas fases incluem pintura interna e externa, colocação das esquadrias e do piso olímpico. Somente após a finalização de todas essas as etapas será fixado o placar eletrônico e as cadeiras antifogo, confeccionadas com o mesmo material usado nos estádios que sediaram jogos da Copa do Mundo de 2014.

Erguido em uma área de aproximadamente 23 mil metros quadrados, o Ginásio Poliesportivo é muito moderno.  “A construção obedece a todas as especificações exigidas pelo Comitê Olímpico Brasileiro – COB”, destacou Noêmia Jacob, secretária de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Pública (Sedop), durante a visita ao canteiro de obras, na tarde desta quinta-feira (5). Na inspeção ela foi acompanhada pelos deputados estaduais que integram a Comissão de Esporte, Lazer e Turismo da Assembleia Legislativa (Alepa) - Celso Sabino, soldado Tércio, Eraldo Pimenta, Olival Marques e Cilene Couto, além da titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) Renilce Nicodemos. Os parlamentares receberam as informações técnicas do gerente da obra, Luiz Gomes.

Na fase inicial, o consórcio responsável pela execução da obra contratou quase 600 trabalhadores, moradores dos bairros localizados no entorno do Estádio Olímpico, o Mangueirão.

Esporte e cultura - A secretária Renilce Nicodemos destacou que o ginásio não tem apenas finalidade esportiva, mas também será uma porta aberta a grandes eventos. O Ginásio Poliesportivo do Estádio Olímpico do Pará - que já sendo chamado de Manguierinho - será um espaço multiuso para a realização de shows e eventos culturais. Seguindo padrões internacionais de infraestrutura, o ginásio terá capacidade para 11.970 espectadores. Deste total, 247 lugares serão destinados a pessoas com deficiência. O público terá à disposição 24 banheiros - oito para pessoas com deficiência -, além de quatro vestiários, sendo dois (masculino e feminino) também para paratletas.

A parte externa do ginásio será toda urbanizada, com um estacionamento para 224 veículos, acesso às bilheterias e grades de proteção. Noêmia Jacob adiantou que a entrega do Ginásio Poliesportivo será um presente pela comemoração dos 400 anos de fundação de Belém. Segundo ela, “a obra se insere no contexto de urbanização que o Governo do Estado vem realizando na área, o que melhora a autoestima dos moradores dos bairros próximos”.

Veja mais fotos em: http://seel.pa.gov.br/?q=obras-do-gin%C3%A1sio-poliesportivo

Texto: Izabel Cunha - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas 

Fotos: Rodolfo Oliveira - Agência Pará de Notícias